16:52Parlapatices polissilábicas

De Rogério Distéfano, no blog O Insulto Diário

Teremos o Ministério da Cidadaniainforma o futuro ministro Onyx Lorenzoni com pompa e circunstância gauchesca. Cidadania? Tudo no governo e no ministério é cidadania. Por que isso? Porque brasileiro em geral – professores de universidade, políticos e administradores públicos – adoram palavras vazias, ocas, que pretendem dizer tudo e não dizem nada.

Jaime Lerner, quando prefeito, inventou as ruas da Cidadania, onde o povo ia buscar tudo aquilo que podia buscar na prefeitura. Então na rua da cidadania o cidadão era mais cidadão que na prefeitura? Que nada, o nome era bom, um polissílabo funciona melhor que um dissílabo. Como a Ópera de Arame, que não é ópera e não tem arame. Ou o Jardim Botânico, que tem menos plantas que os prédios vizinhos.

3 ideias sobre “Parlapatices polissilábicas

  1. Jose

    Uma vez requião sempre requião…
    Só para lembrar, teve um prefeito imbecil que mandou escrever nós ônibus “propriedade do povo” e naquela época a passagem já custava um prefeito e muitos Gulins.

  2. Chega!

    Concordo Jorge, a ira do Distefano só aumenta. Parece proporcional à queda inevitável de Lula, seus comparsas e o PT. Ao meu ver, estamos todos em um mesmo avião e, para chegarmos ao nosso destino, sãos e salvos, é necessário torcermos pelo piloto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>