20:29Esperança e liberdade

Se você assume que não existe esperança. então você garante que não haverá esperança. Se você assume que existe um instinto em direção à liberdade, então existem oportunidades de mudar as coisas. (Noam Chomsky)

 

 

20:23Segurança especial

Do Goela de Ouro

Nas entranhas da internet circulam textos e áudios sobre um pedido de viatura da Guarda Municipal para fazer segurança em frente ao prédio onde mora o prefeito Rafael Greca. O que se questiona é a legitimidade da suposta ordem. Tudo por conta confusão sobre a votação do pacote de ajuste fiscal que vai acontecer na segunda-feira.

13:19PENSANDO BEM…

ROGÉRIO DISTÉFANO

Volta, Dilma

É tanto dinheiro escondido nessa roubalheira da Lava Jato que dá saudade da velha Dilma Rousseff. Sim, a velha, não pela idade, mas pelo passado, a guerrilheira Dilma que comandou a invasão da casa da amante do governador Ademar de Barros e levou dois milhões de dólares que o político celebrizado pela corrupção (“Roubo, mas faço”) ali escondia.

Querem exemplo? O caso de Sérgio Cabral, que transformava propina em joias para a mulher Adriana Ancelmo. Até agora a PF conseguiu recuperar menos de um terço dos valores convertidos em anéis, colares, relógios comprados para a ex-primeira-dama. Os policiais encontraram alguma coisa na residência de Cabral. Nesta semana deram batida na casa da cunhada, irmã de Adriana e resgataram mais joias.

No mesmo dia sobrou para a governanta do casal (rico tem governanta, remediado, empregada). Dona Adriana mandou a empregada avaliar uma joia. Onde? Na H. Stern. Os caras não se emendam, são como cachorro que come ovo, que, pelo consenso da roça, não tem cura, só matando. Falta uma Dilma de antanho para completar a Lava Jato.

Tá ruim mas tá bom

Michel Temer está lá em baixo, 7% de aprovação. Pode ser ruim para o governo, mas é bom para ele “enquanto ser humano”, como diria o profeta Lula. Presidente com alto percentual de aprovação aproveita para fazer bandalheira. Vide os de antes, incluso o antes citado. Muito aprovados, tão aprovados que podem voltar para aprontar mais. Está no DNA cívico desta terra esperar o salvador, matar o salvador e depois ressuscitar o salvador.

Carne quente pega

A carne brasileira é fraca, toda ela. Não falo de Neymar Jr., que no dia seguinte ao fora de Bruna Marquesine amarrou-se com a modelo baiana, de “corpo moreno, cheiroso e gostoso”. Essa carne, mesmo fraca, não tem contraindicação, ao contrário, é importada numa boa, como a atual do Neymar, modelo da Ford Models, agência dos EUA.

Problema é a carne de mastigar, a outra, que a gente mastiga e engole. A Friboi quebrou as instituições, quebrou tanto que será necessário melar toda essa coisa de Lava Jato, deixar Aécio Neves flutuar na neve de novo, mandar Édson Fachin de volta para o Rio Grande, meter a faixa de chacrete em Gleisi Hoffmann.

Nossa carne, a de mastigar e deglutir, levou-nos ao vexame do puxão de orelha norueguês em Michel Temer e o bloqueio das importações na Europa e EUA. Por quê? Ora, porque nós brasileiros contaminamos a carne de mastigar, não só a que mastigamos, também a que despachamos para os gringos engolirem.

Qual o problema da carne? O mesmo do Brasil, o abscesso. Tem abscesso na boiada e gringo não come coisa com abscesso, principalmente vindo deste Brasil – nenhuma carne com abscesso, seja qual for. De onde vem o abscesso? Ora, de onde, da politicalha, o mais perfeito e bem-acabado abscesso do Brasil.

Os políticos contaminaram a carne ao começarem a oferecer proteção aos matadouros e frigoríficos via vigilância sanitária. O ex-chefe da Vigilância Sanitária no Paraná está preso, suspeito de comandar a quadrilha que fajutava certificados de regularidade da carne. Ninguém o tirava o cara do cargo, entrasse governo e saísse governo – afinal, alimentava o caixa dois dos diplomados na justiça eleitoral. Tão chefe que o chefe dele o chamava de “grande chefe”.

O chefe do grande chefe chama-se Osmar Serraglio, deputado federal do PMDB velho de guerra. O pequeno chefe do grande chefe assumiu o ministério da Agricultura – área da vigilância sanitária da carne – para ceder vaga na câmara federal a Rodrigo Rocha Loures, o homem da mala. Rodrigo quê? Ora, o Rodriguinho, hoje preso, amigo/protegido de Michel Temer. Mala, que mala? Ora, a mala da Friboi. A carne, sempre a carne.

8:34Nelson Rodrigues para reforçar o espírito

Pelo menos um vereador que vai votar pela aprovação do ajuste fiscal municipal já anotou duas frases do grande Nelson Rodrigues para reforçar o espírito diante do que deverá acontecer na segunda-feira (26):

- Todas as vaias são boas, inclusive as más.

- A grande vaia é mil vezes mais forte, mais poderosa, mais nobre do que a grande apoteose. Os admiradores corrompem.

8:31No telão

Um telão será colocado na Pedreira Paulo Leminski para que os manifestantes dos sindicatos dos servidores municipais assistam a sessão da Câmara Municipal que será realizada ao lado, no palco da Ópera do Arame, para votação do pacote fiscal do prefeito Rafael Greca. Como se fosse um show – o que não deixa de ser verdade pelo que já aconteceu desde que começou a tramitar o projeto enviado pelo Executivo.

6:51O pior é Temer

Da Folha de S.Paulo

Aprovação da gestão Temer cai a 7%, menor em 28 anos, segundo Datafolha

O governo Michel Temer (PMDB) é considerado ótimo ou bom por apenas 7% da população, a menor marca registrada pelo Datafolha em 28 anos. Somente José Sarney (PMDB) ficou abaixo desse patamar, com 5% em setembro de 1989, em meio à crise da hiperinflação.

Desde que veio a público a delação da JBS, que jogou o presidente no centro da crise política nacional, a impopularidade do peemedebista aumentou. Hoje sua gestão é considerada ruim ou péssima por 69% do eleitorado e regular por 23%.

Na comparação, em setembro de 1989, Sarney chegou a 68% de ruim ou péssimo e 24% de regular.

O novo levantamento do Datafolha, feito entre quarta-feira (21) e esta sexta-feira (23), com 2.771 entrevistados, mostra Temer com a avaliação em queda.

Dois meses atrás, a sua taxa de ruim e péssimo estava em 61% e a de ótimo ou bom, em 9%. Aqueles que o consideraram regular somavam 28% no final de abril.

Não souberam responder como avaliam hoje o governo Temer 2% dos entrevistados. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais e para menos. A nota do presidente caiu de 3 para 2,7.

A situação de Temer é pior que a de Dilma Rousseff (PT) às vésperas de ela sofrer impeachment. Em abril de 2016, a petista tinha 13% de aprovação e 63% de reprovação.

Continue lendo

6:45Votação na Ópera

O pacote fiscal do prefeito Rafael Greca será votado – e aprovado, na segunda-feira em sessão marcada para o palco da Ópera do Arame, conforme decisão dos vereadores sacramentada na sessão extraordinária realizada ontem à noite. A sugestão foi da Secretaria da Segurança. Pensando bem, tem a ver, porque, pelo menos, fica mais difícil a deflagração do espetáculo da invasão e violência.

17:44Vai ser demais!!

Seguindo as recomendações do Ministério Público do Paraná, na segunda-feira haverá um congraçamento de ideias e opiniões, mesmo que contrárias, na sede do Legislativo Municipal por ocasião da votação do projeto de ajuste fiscal encaminhado pelo prefeito Rafael Greca. Flores serão espalhadas pelo recinto – e fora dele, assim como uma coral, entoando músicas sacras, inundará o ambiente de paz e fraternidade aos homens e mulheres de boa vontade que ali estarão.

17:37MPPR recomenda condução pacífica de manifestações durante votações na Câmara Municipal de Curitiba

O Ministério Público do Paraná informa:

O Ministério Público do Estado do Paraná, por meio da Procuradoria-Geral de Justiça e do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção aos Direitos Humanos, expediu nesta sexta-feira, 23 de junho, Recomendação (nº 02/2017) ao Governador do Estado, ao Secretário de Estado da Segurança Pública, ao Comando-Geral da Polícia Militar do Paraná e ao presidente da Câmara Municipal de Curitiba com o objetivo de garantir a condução pacífica das manifestações públicas relacionadas à votação dos projetos de lei referentes ao “Plano de Recuperação de Curitiba”.

O MPPR está acompanhando as discussões sobre o projeto, de iniciativa do prefeito municipal, com o objetivo de mediar interesses em conflito e de modo a garantir, por ocasião da votação na Câmara Municipal, que seja assegurado o direito do exercício de manifestação pública e pacífica e, ao mesmo tempo, o regular funcionamento do Legislativo Municipal. “O Ministério Público busca distensionar essas relações conflituosas por meio do diálogo. Queremos abrir esses canais para que todas as partes sejam ouvidas e possam dialogar, evitando-se o conflito e, principalmente, o confronto entre a polícia e os servidores municipais”, ressaltou o procurador-geral de Justiça, Ivonei Sfoggia. 

Orientações – No documento, o MPPR recomenda que, em caso de intervenção policial, ela se dê no sentido de garantir a segurança dos participantes ou para conter a eventual prática de infrações penais e que, neste caso, sejam observados os meios adequados e proporcionais de contenção, evitando-se o uso se armamentos, inclusive os não letais. Recomenda, ainda, que os agentes de segurança pública sejam orientados para que qualquer abordagem, se necessária, seja motivada por critérios objetivos e realizada por agente do mesmo sexo do abordado, sem qualquer tipo de tratamento vexatório ou discriminatório. 

16:48JORNAL DO CÍNICO

Do Filósofo do Centro Cínico

Depois que auditores fiscais de tributos do município também resolveram paralisar as atividades por causa do pacote fiscal do Greca, agora só falta o jacaré e as capivaras do Parque Barigui aderirem ao movimento.

16:33JORNAL DO CÍNICO

Do Filósofo do Centro Cínico

O Coritiba não quer alugar o estádio Couto Pereira para o jogo do Atlético contra o Santos pelas quartas-de-final da Taça Libertadores porque não é capitalista e, além disso, tem compromisso assumido para uma partida do campeonato da Suburbana na mesma data.