8:15Idosos? Já Elvis

A nova lei dos planos de saúde que foi apresentada na Câmara dos Deputados coloca para escanteio os idosos. Se aprovada, talvez fosse melhor as operadoras apresentarem como alternativa planos para enterro ou cremação e, de brinde, a missa de sétimo dia.

7:45JORNAL DO CÍNICO

Do Filósofo do Centro Cínico

Prender ministro, senador, magnata, ex-presidente… isso até que é fácil, mas o Brasil só vai demonstrar que está fazendo a limpa mesmo quando algum ministro do STF for tomar café de canequinha na cadeia.

7:33O INSULTO DIÁRIO

A opinião pública está funcionando: o prefeito João Dória tirou do cardápio dos pobres a farinata, o alimento feito de produtos vencidos; a portaria infame sobre o trabalho escravo está sob exame no Supremo e no Senado; as exposições consideradas impróprias, também sob exame. Como não é de ferro, a opinião pública não vê nada de mal no governo Michel Temer alugar deputados e Lula continuar lá em cima nas pesquisas.

Michel Temer exonera oito ministros. Não é faxina no ministério. Eles voltam para a câmara, pois são deputados, para matar a denúncia contra o presidente. Depois disso, missão cumprida, retornam ao ministério. Tudo muito normal, tudo muito brasileiro, tudo muito imoral.

Quem achava que Raquel Dodge iria afrouxar, perdeu. Ela já declarou Geddel Vieira Lima chefe de quadrilha. Faltou dar os nomes dos cúmplices, o restante da quadrilha. A gente sabe quem são, uns poucos estão presos, outros muitos estão soltos, muito soltos, planando no Planalto. Mas o povo que vota neles não sabe.

Quarenta e seis telefonemas entre Aécio Neves e o relator de quatro processos contra ele no Supremo, o ministro Gilmar Mendes. Claro que o ministro é puro como vestal romana. Mas desde Roma juízes não trocam confidências com os réus que vão julgar. Foi Gilmar, foi Brasília, foi o Brasil que minou a solenidade da Justiça? Tudo isso, junto e separadamente.

Cientistas do Japão e EUA descobrem cavernas imensas na Lua e indicam a solução para a colonização pelos terráqueos. Boa ideia para quando aqui na Terra voltarmos à idade das cavernas. Quem não couber nas daqui, se puder hospeda-se nas de lá.

Nicolás Maduro condena a intervenção do governo espanhol na independência da Catalunha. Ao mesmo tempo ameaça destituir os governadores venezuelanos que não aceitarem a vitória de seu partido nas recentes eleições. Me cago em ti, Maduro.

Tasso Jereissati, presidente em exercício do PSDB, tenta convencer FHC e Geraldo Alckmin a que convençam o presidente afastado, Aécio Neves, a se licenciar da função. Para quê? Eles já não licenciaram Aécio para continuar aprontando no mandato de senador? Se tivessem um pingo de vergonha os três deixariam o partido. Como político não tem vergonha… (Rogério Distéfano)

 

 

7:23O fim de um ladrão

A Polícia Federal descobriu que o ex-ministro Geddel Vieira Lima estava buscando soluções para o videogame “O Fim de um Ladrão” no celular. Não precisou achar. A realidade lhe apresentou as algemas e a cela da prisão.

7:18Palestra e interesses

Um procurador do Ministério Público de Contas do Paraná foi convidado e aceitou dar palestra em escritório de advocacia que defende interesses de clientes no Tribunal de Contas. No meio da bagunça que está o país, mais sabe o que é certo ou errado, mas que na Corte isso tem dado o que falar, ah, isso tem! As iniciais do nome do procurador: Flavio Berti. As do escritório: Pironti Advogados.

7:11Nada

Repórter pergunta para assessor direto de um dos que querem suceder Beto Richa no governo do Paraná: “Quem vai ser o vice na chapa?”. Resposta: “Em negociação ampla e aberta”. Fez-se um silêncio e, logo, depois, ele completa: “Eu não lhe disse nada”. Verdade. Isso é política!

6:51Tucanos em polvorosa

Por Ivan Schmidt

O senador Aécio Neves, derrotado por Dilma Rousseff em 2014 na eleição para a presidência da República, se tivesse resistido às intempéries na planície, como esperavam nove entre dez de seus mais de 50 milhões de eleitores, seria o nome certo para a presidência em 2018.

Entretanto, o neto de Tancredo acabou demonstrando uma descabida inaptidão para a prática política, a ponto de ver-se enredado numa trama, na sua visão particular urdida por Joesley Batista, um dos donos da Friboi, a quem agora rotula de “meliante”.

Na gravação feita pelo próprio Joesley, em meio a uma catarata de palavrões e agressões à língua portuguesa, ouve-se Aécio se referir à necessidade de R$ 2 milhões para custear despesas com seu advogado de defesa, além da sugestão da venda do apartamento de sua mãe no Rio de Janeiro, como uma das formas de facilitar o negócio.

O senador tem-se esmerado em esclarecer à opinião pública que se tratava apenas de um pedido de empréstimo – com a garantia real do apartamento no Leblon – fato explorado criminosamente por Joesley, por razões ainda obscuras e encobertas dos simples mortais.

Ora, se era apenas um pedido de empréstimo para atender a uma emergência pessoal – dinheiro para pagar o advogado – não existia a menor razão para ser feito em segredo como se fosse um pecado mortal, a ponto do arguto magarefe goiano gravar a conversa com o político mineiro.

E mais, se os R$ 2 milhões tivessem sido realmente emprestados bastaria um depósito na conta de Aécio na agência do Banco do Brasil no Senado, e não aquela operação de entrega da grana a um primo do senador e o transporte para Belo Horizonte por via rodoviária. Tudo documentado pela filmagem realizada por agentes da Polícia Federal.

E, em sendo empréstimo, porque cargas d’água o dinheiro foi entregue primeiro ao senador Zezé Perrela (PSDB), ex-presidente do Cruzeiro e amigo íntimo de Aécio?

A situação de Aécio ficou tão dramática que nem seu partido quer devolver-lhe a presidência nacional da qual está licenciado. O presidente interino, senador Tasso Jereissati, tem repetido o mantra de que o colega de bancada perdeu todas as credenciais para retornar ao cargo, do qual daria melhor exemplo aos tucanos em revoada desconcertante se renunciasse.

Não bastasse a discordância doméstica, o mineiro ainda deverá enfrentar a provável ação patrocinada pelo PT junto à Comissão de Ética do Senado, pedindo a cassação do mandato de Aécio, que também não estará livre de hipotético cerco da Lava Jato e do próprio Supremo Tribunal Federal.

Herdeiro de um sobrenome ilustre da política nacional, o avô materno Tancredo Neves foi personagem marcante na história desde o ciclo varguista até a eleição pelo colégio eleitoral e a morte.

O descendente Aécio não herdou, contudo, o proverbial discernimento do patriarca mineiro, desperdiçando (a meu ver) uma eleição quase certa à presidência no ano que vem.

O vácuo escancarado por Aécio, tucano baleado em pleno voo, abre espaço para as pirotecnias de Lula, Jair Bolsonaro, Ciro Gomes e o mais recente parvenu da política brasileira, João Dória, os nomes de maior evidência em termos da sucessão presidencial.

Resta saber se políticos de atuação moderada e até certo ponto conservadora como Geraldo Alckmin, Marina Silva e o senador paranaense Álvaro Dias, que também despertam a atenção dos eleitores, têm bom estoque de garrafas pra vender.

18:51JAMIL SNEGE

Às vezes lamento minha
má sorte – e o que me espera
em seguida é um dia luminoso.
Às vezes bendigo minha
fortuna – e logo após um
furacão desaba sobre minha cabeça.
Brincas comigo, Senhor?
Ou será que devo lamentar
a minha fortuna e bendizer
a má sorte como se o avesso
e o direito fossem iguais
para ti?

18:43Namoro antigo

A Polícia Federal descobriu que o senador Aécio Neves (PSDB) conversou com o ministro Gilmar Mendes 33 vezes logo depois que o tucano começou a ser investigado por suspeita de receber propina de R$ 2 milhões da JBS. A revelação do site Buzzfeed nem precisava entrar em detalhes, afinal, este “namoro” é escancarado. Tanto que, se bobear, os dois trocam mensagens só pelo olhar.

18:29Fake news

Imprensa e redes sociais dos EUA estão agitadas com a possível dublê de primeira-dama: a mulher que aparece com o presidente Donald Trump em evento recente não seria Melania, a mulher, mas uma sósia. Tem cara de fake news, a expressão predileta de Trump para tudo que o desagrada no noticiário. Mas quando se trata de Donald Trump, o fake por excelência, tudo é possível. Até ele usar um sósia de si mesmo. (Rogério Distéfano)

18:09Dia de índio

Do correspondente em Brasília

“Os índios precisam ser ouvidos.” A afirmação é do deputado Sérgio Souza (PMDB) que preside a Comissão de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural da Câmara Federal (CAPADR). “A sessão do meio de semana não deve ser vista apenas pelo belo visual que proporcionou aos fotógrafos e cinegrafistas com a presença de índios com cocares, mas por permitir dar voz às comunidades, para que elas falem por si, em suas legítimas reivindicações perante o Congresso Nacional, sem intermediários. ”. Segundo o parlamentar, as lideranças que se manifestaram no plenário da CAPADR foram unânimes em defender o direito dos índios de explorarem suas terras de forma econômica e produtiva.

18:00Bigas Gulin

O vereador Goura quer que os ônibus de Curitiba tenham o ano de fabricação estampado na lataria. Ele só esqueceu de uma coisa: tem que ser em algarismos romanos, seja porque são muito antigos, seja para o povo não saber a antiguidade. (Rogério Distéfano)

17:43Assessores em destaque

Hoje foi o dia dos assessores dos parlamentares paranaenses. Antes da prisão do auxiliar do deputado estadual Marcio Nunes, o TRF-4 aumentou a pena de João Claudio Genu, que era chefe de gabinete de José Janene, aquele, e tesoureiro do PP.