18:26Tempos esquisitos

Do correspondente em Brasília

Na novela “Amor de Mãe”, a personagem de Isis Valverde visita na cadeia o suposto assassino de seu irmão e, irritada, cobra dele: “Onde está o corpo do meu irmão, seu filho da puta?” Vivemos tempos tão estranhos que chamar alguém de FDP logo será enquadrado como preconceito. Aliás, já deveria ter acontecido. Afinal, é discriminação com a mãe de alguém…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>