9:06NELSON PADRELLA

O Pasquim foi mais que um jornal bem humorado. Foi uma bandeira em defesa da Democracia. Agora que a Democracia degringolou sob as hostes dos fanáticos, não temos mais O Pasquim, mas temos o You Tube, com Bemvindo Sequeira, Galãs Feios, Greg News e outros piadistas. Começa tudo de novo. Estamos em guerra. Viva o bom humor e viva a Democracia.

3 ideias sobre “NELSON PADRELLA

  1. SERGIO SILVESTRE

    Padrela,essa é uma ditadura diferente,onde os generais não dão a minima pra nada,mas os seguidores do “JUMENTO” presidente estão por ai infiltrados em blogs,balcão de botecos e ontem me dei mal até numa rara banca de revistas,eu quieto e o sujeito pedindo para eu rasgar a Veja que comprei rsrsrsrsr

  2. nelson padrella

    Você comprou a Veja, Sergio Silvestre? Meodeos! Aquilo tá cheio de berne, berne não que diabo, verme.
    Também aconteceu comigo, dentro da loja Gepetto, em domingo de feira da Ordem. Estávamos eu e o proprietário conversando em voz baixa a respeito do Brasil de hoje (que o então Presidente Itamar Franco classificou certa feita de “esta merda”…) quando uma senhora desconhecida interrompeu-nos aos brados, como uma fascista louca dos tempos mussolinianos e pôs-se a ditar a verdade para nós. Meu amigo simplesmente mandou-a catar coquinho. Acho que ela foi, porque sumiu dali. O Brasil está assim. Ou Curitiba está assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>