17:10Legítimo e honesto

De Rogério Distéfano, no blog O Insulto Diário

O governo só é legítimo se for honesto.

Da ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo. Portanto, brasileiras e brasileiras do Oiapoque ao Chuí, estamos ferrados desde que jogaram o imperador no navio para Paris. Ferrados desde 1889, na horizontal do federal e na vertical do estadual e do municipal, 129 anos de ferração. A ilegitimidade é a chaga histórica do Brasil republicano.

A presidente fica nos devendo a elaboração do que entende por governo. Só o executivo, aparentemente no horizonte previsível da crítica, ou também o legislativo e o judiciário? Sim, pois o legislativo é desonesto até prova em contrário e o judiciário dá escorregões nas provas em contrário, o que põe em cheque sua honestidade.

A presidente Cármen Lúcia pode também elaborar o que considera honesto. Tem gente que vai dizer que o governo de Lula foi ilegítimo por não ter sido honesto e o de Dilma, legítimo porque ela era honesta. E de Michel Temer? Melhor nem especular, o legítimo e o honesto vivem às turras no Planalto.

Uma ideia sobre “Legítimo e honesto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>