6:27Lágrimas de crocodilo

por Reinaldo Figueiredo

É triste, mas agora não vou poder mais cumprir a pena a que fui condenado. Terei que passar ao regime domiciliar, devido ao meu frágil estado de saúde. É imprescindível que eu receba cuidados específicos para múltiplas metástases ósseas na coluna vertebral e no quadril, com comprometimento das raízes nervosas, devido a neoplasia recidivada de próstata. E tem também os problemas da perda de força muscular e atrofia em ambos os membros inferiores, que me impossibilitam de andar. É lamentável que meus processos tenham consumido tanto tempo. Se não fosse por isso, eu teria tido a oportunidade de ir para a cadeia em pleno gozo da minha saúde, para cumprir a pena normalmente e, depois de liberado, me dedicar aos tratamentos e cuidados especiais que me garantam uma sobrevida…

É uma lástima que, depois daquele impeachment, não tenha conseguido formar um governo de notáveis. Tê-lo-ia feito mas, por vários fatores, que seria exaustivo enumerar aqui, não foi possível. Em vez de um governo de notáveis, compus um governo de notórios gatunos, larápios e cleptomaníacos. Devia ter planejado melhor, porém estava muito ocupado, bolando novas mesóclises…

É uma pena que nós ainda não tenhamos conseguido apresentar os termos do acordo final sobre a reparação dos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em 2015, em Mariana. É lamentável, mas o prazo já foi prorrogado um porrilhão de vezes… Sabe como é a Justiça, essa coisa toda… Entramos com vários recursos e deu certo. É a vida…

*Publicado na Folha de S.Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>