20:17Oposição diz que governo mente sobre reajuste do funcionalismo

A bancada da oposição na Assembleia Legislativa enviou a seguinte nota, assinada pelo deputado Requião Filho:

Justificativa para calote não corresponde com a verdade

A justificativa do governo do Paraná de que a revogação do reajuste do funcionalismo está atrelada à discussão, em Brasília, do Projeto de Lei Complementar 257/2016, que trata da renegociação da dívida dos estados, não corresponde com a verdade:
 
1) O reajuste dos servidores a ser pago em janeiro de 2017 se refere à inflação de 2016 e perdas relativas ao reajuste não concedido em 2015 e foi garantido por lei na negociação que encerrou a greve dos professores no ano passado;
 
2) Entre as exigências do PLP 257 para o alongamento das dívidas dos Estados está a não concessão de reajustes ou adequações de remunerações RESSALVADAS a reposição anual da inflação, conforme determina a Constituição Federal;
 
3) Ao contrário do que argumenta o governo do Paraná como justificativa para o calote, os Estados que aderirem ao Plano de Auxílio não ficarão impedidos de conceder a reposição da inflação;


 
4) Da mesma forma, as progressões e promoções já concedidas pelo governo do Estado com base na atual legislação também estão garantidas pelo PLP 257. Uma eventual reforma do regime jurídico dos servidores passará a valer somente a partir de sua aprovação;
 
5) O governo do Paraná pretende utilizar o PLP 257, entre outras medidas do pacote de ajuste econômico e fiscal em trâmite no Congresso, como “cortina de fumaça” para aprovar na Assembleia Legislativa o calote contra os servidores públicos, em mais um ato de flagrante desrespeito e autoritarismo, além de outras medidas que prejudicam a população paranaense.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>