20:11não posso parar

de Roberto Prado

O caso é que quando paro

me sinto deslocado,

peixe de outros mares.

Ai, perdas!

Vai, vidas!

Sai, azares!

Estar no tempo perdido

entre os comuns mortais

ou ser causa de pena

entre os demais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>