15:35Dia de Kruger no Couto

por Sergio Brandão

Hoje, quarta-feira, é dia de Kruger no Couto Pereira. Assim como foram os anos 60 e 70. Será para comemorar, para nunca mais esquecer, nem com mais 100 anos de Coritiba. Desta centenária história, quase ¼ dela contada com ele fazendo parte, ajudando a escrever.

Já escrevi sei lá quantas vezes aqui e em outros lugares sobre ele. O texto não se repete porque sempre tem uma história diferente pra contar, motivado por uma saudade deixada lá de um canto da memória.

Não sou muito afeito a estes encontros sociais. Saio pouco de casa, mas quarta, às 19 horas, lá estarei para ver, registrar e agradecer esta criatura além da média, como jogador de futebol e como gente.

Levo minha filha que é pra ficar bem claro que quando eu não estiver mais aqui, ela saberá contar essa história. De um tal “Flecha Loira” , que ela não viu jogar, mas seu pai sim. Um cara que marcou época no Coritiba. Como jogador, cidadão e funcionário do clube – um cupido que flechou nossos corações, marcando sua passagem para sempre.

Cinquenta anos de serviços prestados. Três gerações em minha casa. Minha filha de 6 anos e meu filho de 28 ouviram muitas destas histórias e foi de propósito que as contei. Foi para que pudessem levar adiante a história de Kruger. Para que todos soubessem o tamanho dele, da importância que teve para Coritiba. Luiz Fernando e Helena viram de Tostão a Alex, mas não viram Kruger – e já sabem muito sobre ele.

Junto com Kruger, a torcida do Coritiba também vai para a história, por conta de uma campanha jamais vista no futebol brasileiro. Com a participação de anônimos ou não, quase mil Coxas se uniram para juntar dinheiro e homenagear Dirceu Kruger com uma estátua, que fica para sempre exposta na entrada do estádio. Para que todos saibam quem foi aquela figura que se perpetua na vida de um clube de futebol.

Nesta quarta-feira, às 19 horas, lá estarei, de camisa, filha e toda a minha gratidão a este ídolo que assim, como meu pai, também me apresentou ao futebol nos anos 60, me conduzindo pela porta da frente.

Mais uma vez, obrigado Kruger!

Uma ideia sobre “Dia de Kruger no Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>