10:30Esquerda mortadela com caviar

Do analista dos Planaltos

O senador Roberto Requião (PMDB/PR) é um herói de si mesmo. Se enxerga como um incansável defensor dos fracos e oprimidos, um combatente da Carta de Puebla (opção preferencial pelos pobres), capaz de escrever no Twitter, sem ficar vermelho, coisas espantosas como fez ontem:

-Bem, já almocei meu sandubão com mortadela, agora vou ao plenário defender o Brasil.

Requião é o campeão de gastos do Senado em viagens internacionais, apreciador de vinhos italianos e suculentos chorizos argentinos. Quando governador, era assíduo frequentador da Casa da Lagosta em Camboriú. Em um antológico tuíte de 2013 recomendou vivamente que todos fossem a São Petersburgo para aproveitar o preço do caviar que estava uma pechincha. Seu gosto por sanduíches de mortadela deve ser uma aquisição bem recente.

Roberto RequiãoConta verificada‏@requiaopmdb

Bem , já almocei meu sandubão de mortadela,agora vou ao plenário defender o Brasil.

 

7 ideias sobre “Esquerda mortadela com caviar

  1. Sergio Silvestre

    Então,eu gosto mais de 150 gr de mortadela e 50gr de pão francês do que Lagosta arghhh,me da dor de barriga.
    Mas alguem sempre vai tomar um bom Uisque,comer um caviar mijado ou quebrar a dentadura numa lagosta.Que mal a nisso?//

  2. Fausto Thomaz

    Pare Silvestre, todo mundo sabe que vc adora um cubano acompanhado do Romanne conti sentado na varanda vendo a vista da Av: Batel….ou seria do parque Barigui?

  3. Nalata

    Perfeita analise! Alias continua pendurada ate hoje no Tio Querido de Puerto Iguassu um continha em nome do indigitado Senador Napoleao, digo, Requiao!

  4. Ivan Schmidt

    Requião é mesmo um experimentado gourmet, além de refinado conhecedor de gostos e sabores. Cera ocasião (no primeiro mandato) degustando um cordeiro na brasa em afamada churrascaria do Leblon, no Rio de Janeiro, chamou o gerente e deitou falação sobre a “péssima” qualidade da carne…

  5. cético

    Silvestre
    Não há nada de errado comer caviar ou lagosta, desde que você pague por ele.
    O problema é quando o caviar é pago por aqueles que comem pão com mortadela, ou nem isso podem comer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>