9:35O Rio de Janeiro e Santa Catarina continuam…

por Mané Galo, da Ilha do Chapéu, na Baía de Guaratuba

“O Rio de Janeiro não é só praia” – é o que diz um anúncio da ex-Cidade Maravilhosa. A propaganda deixa a suspeita de que estão tentando desviar a atenção dos turistas das ondas de assaltos nas praias, nas ruas e nos morros . No Sul a belíssima Florianópolis está tendo sua imagem desgastada por incompetência de autoridades municipais e estaduais. Algumas praias (lá tem mais de quarenta só na Ilha) apresentaram índices de poluição por esgotos. O saneamento já deveria ter sido feitos por várias administrações que prometeram e, como sempre, não cumpriram. Com os jornais anunciando poluição, houve debandada de turistas argentinos para outras praias, principalmente do Paraná, que tem litoral muito pequeno com poucas praias, bonitas e limpas. Agora, nos jornais, Santa Catarina surge aparece como a região que tem belas praias, mas só no sul do estado. Deixa a mesma impressão de fuga, porém diferente do Rio de Janeiro, onde a poluição já não incomoda, uma vez que os assaltos tomam conta das preocupações de turistas e moradores.

2 ideias sobre “O Rio de Janeiro e Santa Catarina continuam…

  1. João Marcos Gabriel

    Ótimo texto. Além da poluição nas praias, que inclusive interditou Canasvieiras e Jurerê por dia dia inteiro, o tráfego na BR 101 está caótico. No dia 02 de janeiro levei 10h30m para retornar de Jurerê até Balneário Camboriú. Trecho que levei 1h20m para ir. Travou tudo . Vergonhoso. Inclusive, ouvi de um Secretário de Turismo da região a seguinte frase: ” Os paranaenses reclamam mas voltam sempre”. Que pensamento medíocre de um gestor público.

  2. John Doe

    Mas concordo com o senhor secretário. O mesmo se dá com aquela estrada, a Garuva-Guaratuba e o ferry boat, só se lembram deles quando a coisa fica muito devagar. Como os congestionamentos não estão grandes a ponto de se perderem 10h 30m na fila está tudo bem. O culpado é sempre o turista, porque dá o ibope que esta turma quer. Se deixássemos de frequentar lugares aonde nos tratam com tanto e tamanho descaso talvez os senhores secretários tomassem alguma atitude para melhorar as nossas vidas. Até lá tudo fica como está.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *