9:18PARA O MEU TIME DE DEPENDENTES DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS

Hoje completo 25 anos sem colocar uma gota de bebida alcoólica na boca. O último gole foi num boteco sórdido da Mateus Leme que nem existe mais. Pouco tempo depois tive o meu primeiro internamento, que foi uma roubada. Apenas fiquei num quarto de hospital, transformado em clínica, e nenhuma orientação. Saí uma semana depois, paguei uma grana preta (parte da minha indenização depois que a Placar fechou em sua forma de edição semanal). Não sabia que a dependência era para todas as drogas. Substituí por cocaína, que me levou a mais dois internamentos nos quatro anos seguintes. Hoje sei que aquilo que aconteceu por causa do álcool, já fazia parte do meu tratamento. Destruí carro, tive vários apagamentos, etc. Mas não matei nem feri ninguém, o que é uma dádiva divina. Na época já fazia terapia, com uma psicóloga, a doutora Marcia Menin, a primeira a me encaminhar para o cerne do problema, ou seja, ter coragem para olhar para dentro e ir tirando os entulhos. Não sai tudo, mas pelo menos eles ficam do tamanho que são. Como alguns leitores sabem, há 21 estou sóbrio, limpo, como dizem os meus queridos amigos que são sobreviventes e que estão na luta do dia a dia para conseguir resgatar o nosso maior tesouro – a própria vida. É isso que queremos manter e desejar a quem sofre, principalmente do preconceito dos que, infelizmente, têm pouca informação e ignoram o problema.

16 ideias sobre “PARA O MEU TIME DE DEPENDENTES DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS

  1. Sergio Silvestre

    As coisas boas da passagem do homem por aqui é quando ele tem muitas historias pra contar,legal ter histórias de sua própria vida,inédita e não inventada.Quantos passam desapercebidos,sem nada a dizer e sem nada para contar aos netos.

  2. TOLEDO

    Tenho uma profunda adimiração pela sua coragem. Enfrentar o que voce enfrentou e continua todos os dias é digno de respeito. Saúde ZB.

  3. Aristides Mansur

    Parabéns .
    Isso nos prova que quando queremos nós fazemos.
    Que sirva de exemplos a tantas pessoas que estão querendo sair dos vícios.
    Parabéns.

  4. Simon Taylor

    Parabéns, Zé!
    Um orgulho pra mim ter um amigo como ti.
    Acredito que todos nós, sem exceção temos demônios interiores. Maiores, menores…
    A grande diferença entre as pessoas é justamente disso que vc está falando: quem os enfrenta e os controla, e quem não tem força ou vontade para isso.
    Um grande abraço. E esse não é “só por hoje”! kkkkkkk

  5. Bittencourt

    Ei, Zé: parabéns pela sua força e perseverança, principalmente por continuar levando a mensagem de esperança a quem anda nos descaminhos desta vida.
    Um baita abraço!

  6. Tayco

    Esta é a mais dolorosa de todas as doenças humanas.
    A causa que torna essa doença perigosa muitas vezes é um prazer qualquer.

    Parabéns Zé. Saúde

  7. HULK

    Parabéns Zé. Um abraço do HULKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  8. SFU

    Já escrevi sobre tua coragem em enfrentar o problema e em desvendá-lo ao público. Renovarei sempre a mesma manifestação de admiração. Lamento que tenhas histórias desse tipo para contar, mas, por tê-las, elas acabam te engrandecendo. Que a perseverança te mantenha assim.

  9. swissblue

    I love how this is written “to” the addicted person. It is not a lecture, it’s a heartfelt plea from a hurting man. We only want what is best for each and every one of us. The pay and benefits are priceless.

  10. Marcia Maria Menim

    Que bom Zé Beto! Lá se vão muitos anos!!! E anos de construção! Parabéns! Fico muito feliz por saber e de certa forma, comemorar com você! ! Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>