20:42Quem votou a favor e contra a reforma da ParanaPrevidência

SIM

Alexandre Curi (PMDB), Alexandre Guimarães (PSC), André Bueno (PDT),  Artagão Junior (PMDB), Bernardo Ribas Carli (PSDB),  Cantora Mara Lima (PSDB),,Cláudia Pereira (PSC), Cobra Reporter (PSC), Cristina Silvestri (PPS),  Elio Rusch (DEM), Evandro Junior (PSDB), Felipe Francisquini (SD), Fernando Scanavaca (PDT), Francisco Buhrer (PSDB), Guto Silva (PSC), Hussein Bakri (PSC), Jonas Guimarães (PMDB), Luiz Carlos Martins (PSD), Luiz Carlos Romanelli (PMDB), Márcio Nunes (PSC), Maria Victoria (PP), Mauro Moraes (PSDB), Miss. Ricardo Arruda (PSC), Nelson Justus (DEM), Paulo Litro (PSDB), Pedro Lupion (DEM), Plauto Miró (DEM), Schiavinato (PP), Tiago Amaral (PSB), Tião Medeiros (PTB), Wilmar Reichembach (PSC) 

NÃO

Adelino Ribeiro (PSL), Ademir Bier (PMDB), Anibeli Neto (PMDB), Chico Brasileiro (PSD), 
Claudio Palozi (PSC), Evandro Araújo (PSC), Gilberto Ribeiro (PSB), Gilson de Souza (PSC),
Márcio Pacheco (PPL), Márcio Pauliki (PDT), Nelson Luersen (PDT), Nereu Moura (PMDB), 
Ney Leprevost (PSD), Paranhos (PSC), Pastor Edson Praczyk (PRB), Péricles de Mello (PT), 
Professor Lemos (PT), Rasca Rodrigues (PV), Requião Filho (PMDB), Tadeu Veneri (PT),
Tercílio Turini (PPS) 

Não votaram

Ademar Traiano (PSDB), Dr. Batista (PMN)

3 ideias sobre “Quem votou a favor e contra a reforma da ParanaPrevidência

  1. Zangado

    Quem votaria a favor da responsabilização dos governadores que não cumpriram a legislação vigente e não aportaram a parte do Estado na ParanaPrevi e dessa forma ocasionando a falência do sistema previdenciário estabelecido? Todo mundo está fugindo desse assunto como o diabo da cruz e, no entanto, deveriam ter começado por aí.

  2. leandro

    Perfeito o comentário de Zangado. Os governantes, nas três esferas de governo deixam de cumprir com a parte patronal, alegando que a cobertura das aposentadorias e pensões são cobertas pelo tesouro do Estado. Também falam que se os tais fundos previdenciários não suportarem as despesas, o tesouro supre. Aqui cabe uma reflexão; Todos os governantes falam de “boca cheia” o TESOURO, esquecem dos rombos nesse mesmo tesouro causados por quebra da Lei de Responsabilidade Fiscal ou também dos desvios financeiros que estamos ultimamente vendo todos os dias.
    Os mesmo governantes também esquecem que os Fundos Previdenciários foram criados para não precisarem custear as aposentadorias e pensões com recurso do tal TESOURO.
    Agora o pior de tudo são as inadimplências causadas pelos governos que não “pagam” sua parcela patronal e fica tudo por isso mesmo.
    Uma empresa que não cumpra com essa obrigação patronal, que não acate a legislação previdenciária é sumariamente multada pelo próprio governo, no caso o federal que também não cumpre com suas obrigações previdenciárias. Algumas alternativas para a solução desses problemas: Umas são apontadas por especialistas no assunto e aqui no Paraná temo o Folador que é técnico, competente no assunto, outra medida seria radical, como: Acabar de vez com os fundos previdenciários e deixar que o TESOURO do estado arque com as pensões e aposentadorias, fato este que quebraria de vez qualquer orçamento e tiraria a total capacidade de investimento público. Uma outra alternativa seria a mais prática e sem dúvida a que vemos como necessária. A substituição de todos os governantes que não cumprem com essa obrigação patronal e a não elegibilidade daqueles que deixaram de fazê-lo. Um exemplo é aqui np Paraná que já desde no mínimo três gestões há uma deficiência em pagar a parte patronal do Fundo Previdenciário e pior ainda , da mesma forma como sucatearam o antigo IPE o risco agora é o mesmo. Isso aparece no INSS e em todos os demais fundos de regime chamado de próprio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>