9:28A dívida no Alto da Glória

A dívida do Coritiba é de R$ 200 milhões. O orçamento foi estourado pela diretoria anterior em R$ 40 milhões. A origem são as contratações do departamento de futebol e o inchaço da máquina administrativa. Segundo um integrante da atual administração, o número de funcionários que o ex-presidente Vilson Andrade enfiou no Alto da Glória faz lembrar o que aconteceu na Assembleia Legislativa na gestão de Nelson Justus, com a agravante de que lá quem pagava era o povo – e no Coritiba ainda não se sabe como vai ser liquidada a dívida.

4 ideias sobre “A dívida no Alto da Glória

  1. juca

    É uma cultura do Brasil, veja que o Governo Federal faz escola com todas os estados e aó quem a caba pagando a conta é a população. A situação do país é tão grave que já estão pensando em criar novos impostos e o resultado de tudo isso é a confirmação da pesquisa do Data Folha, com o IBOPE de hoje. Aqui no estado o governador errou e erou fei em ter ou manter o tal “primo” da forma que manteve, se era para fazer as lambanças então melhor seria que fosse parte integrante da estrutura de uma vez, pois agora fica essa falação de era , não mera, é ou não é parente distante. Péssimo para o governo e para o Beto que tem dificuldade em justificar o caso.

  2. leandro

    Gastaram mais do que podiam, deu nisso. Tem uma diferença com o Brasil e Paraná, esses gastaram mais do que podiam e querem e vão tirar a diferença no lombo da população, no Coritiba, quem paga serão os sócios, torcedores e patrocinadores que não tem acerto com empreiteiro tipo fornecedores de caixa 2, Petrobrás etc. Mas, na realidade a bronca é a mesma, gastaram o que não podiam.

  3. Leonardo Vieira

    Esse tal Sergio Silvestre, o homem dos cabelos com Wellaton Cajú, comenta sobre tudo…Que articulista sensacional…SS, manda seu cu rriculo para p Manhattan connection…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>