7:47Para afogar

Em passado mais ou menos recente o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni, não colocou em votação um projeto de aumento de custas do Judiciário alegando que eles chegaram perto do recesso do final do ano e que, por conta do “afogadilho”, tal tipo de mensagem, que mexia com o bolso da ninguenzada, merecia mais discussão. Agora, com o container de mensagens com aumentos de impostos enviado pelo governo do Estado, que, se aprovados, fazem um estrago ainda não dimensionado e devem ser votados nesta semana, não houve um pio – a não ser da minguada oposição. No Centro Cívico já estão dizendo que o tal “afogadilho” foi substituído pelo “afogadaço”, ou seja, os deputados que aprovarem a coisa vão ficar com a conta pesada da atitude contra quem representam- e o povão, ah!, este, para variar, vai pagar a conta. Isso é política!

Uma ideia sobre “Para afogar

  1. Fausto Thomaz

    Por essas e outras sou contra a reeleição, seja ela qual for, esta provado que politico se não fizer merda na entrada, faz na saída.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>