8:13A denúncia e o baú da memória

Do Goela de Ouro

 

Na esteira da denúncia contra o secretário Pepe Richa publicada pela revista IstoÉ nesta semana, a lembrança da família do governador Beto Richa foi ativada e foram buscar o seguinte no baú da memória:

 

- Na campanha eleitoral de 2002, a revista publicou reportagem em que apontava suspeitas para algumas movimentações financeiras do ex-governador José Richa, pai de Beto e Pepe. Provou-se que eram inverídicas. A família Richa entrou com ação de reparação por danos morais e ganhou da publicação em todas as instâncias. A revista foi condenada a pagar R$ 313 mil, em valores atuais, à título de indenização. Ainda não pagou.

 

- Na eleição de 2010 a revista foi processada por publicação de pesquisa que dava vitória para o então senador Osmar Dias (PDT), candidato ao governo do Paraná que fazia dobradinha com Gleisi Hoffmann (PT), candidata ao Senado. A publicação teve de ser retirada do site por ordem da Justiça Eleitoral que reconheceu o crime eleitoral. Como se sabe, naquele ano Beto Richa, candidato do PSDB, venceu a eleição no primeiro turno.

4 ideias sobre “A denúncia e o baú da memória

  1. Cidadão

    Muito oportuna a sua lembrança 1 No Brasil os meios de comunicação fazem e desfazem com o bom nome das pessoas e posteriormente pagam indenizações ridículas ! É hora do Poder Judiciário mudar isto radicalmente e garantir a proteção à honra e ao bom nome das pessoas !

  2. Joel Bley Sobrinho

    Sabem qual é o problema destas denúncias infundadas:é que elas causam um grande prejuizo moral a pessôas e famílias atingidas,e quem as fez não sofre consequência alguma.O caso que atingiu o ex governador José Richa ocorreu em 2002 estamos em 2014 e o eminente homem público não pode em vida sentir-se reparado nas falsas acusações que lhe fizeram.Pergunto se tivessem sido punido devidamente repetiriam acusações infundadas.

  3. sergio silvestre

    Politico jamais desvia dinheiro publico para seu bolso,mas e ai,como consegui ficar rico rapidamente sendo que os salarios pagos são baixos.
    Eu entendo assim,primeiro são sua base em que ficam bem empregados,alguns sem trabalhar,outros fazendo os bastidores que [é onde o bicho pega.
    São os chamados eminencias pardas,raposas da noite que se embrenham no emaranhado das mutretas tão nescessarios para o interesse dos politicos.
    E o que fazem estes individuos,são os contatos descolados dos politicos,aqueles que morrem mas não entregam as fichas,que estão sempre no meio de lobistas,ou em segmentos rendosos que requer a participação do estado.
    É dai que sai as verbas diretos para paraizos fiscais,ou em negocios imobiliarios de pai pra filho,ou na concessão de presentes caros,ou na facilidade de emprestimos que jamais seram pagos.
    Então meu irmão,coitada da imprensa investigativa,jamais vai ganhar dos politicos que são atrelados a corrupção junto com a justiça.
    Ai os homens probos desfilam por ai com um fardo de uma tonelada de pecados ,mas são homens santos,e entre quatro paredes são uma raça vilã,que mata a mãe pelo poder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>