2 ideias sobre “A VIDA COMO ELA É

  1. Sergio silvestre

    Foi nos tempos em que pescava no Rio Tibagi,ali nas imediações da erma na epoca Taquara do Reino.
    Estavamos com tres companheiros que na falta de alguma tralha,armamos uma redinha num local em que o gado vinha beber agua no rio.
    Pescamos o dia e a noite e nada de peixe,e ao levantar acampamento notamos que a redinha tinha sumido.
    Seu Zé Coelho ficou encafifado com o acontecido,pois naquela época não tinha viva alma nas imediações e ninguem roubava nada de ninguem.
    Voltamos por um trilho e ao chegar perto de uma cerca,encontramos um boi que estava com algum probema e ao chegar perto notamos que alguma coisa estava enroscada nos seus chifres.
    E não é que era a rede do seu Zé Coelho,que o boi ao beber agua no rio se levou a rede nos chifres.
    Mas pasmem,na rede encontramos umas dezoito perdizes e umas trinta codornas malhadas.
    Demos boas risadas pois fomos pescar e acabamos caçando .
    Está é uma das estórias da “TURMA DE PESCARIA ,do Centro Comercial aqui em Londrina da qual faço parte e rende muita imaginação dos seus integrantes.
    Como diz o velho e surrado ditado”Deus não desconta de nossas vidas os dias que vivemos pescando’

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>