11:05Livros pra inguinorantes

por Carlos Eduardo Novaes

 

Confeço qui to morrendo de enveja da fessora Heloisa Ramos que escrevinhou um livro cheio de erros de Português e vendeu 485 mil ezemplares para o Minestério da Educassão. Eu dou um duro danado para não tropesssar na Gramática e nunca tive nenhum dos meus 42 livros comprados pelo Pograma Naçional do Livro Didáctico. Vai ver que é por isso: escrevo para quem sabe Portugues!

A fessora se ex-plica dizendo que previlegiou a linguagem horal sobre a escrevida. Só qui no meu modexto entender a linguajem horal é para sair pela boca e não para ser botada no papel. A palavra impreça deve obedecer o que manda a Gramática. Ou então a nossa língua vai virar um vale-tudo sem normas nem regras e agente nem precisamos ir a escola para aprender Português.

A fessora dice também que escreveu desse jeito para subestituir a nossão de “certo e errado” pela de “adequado e inadequado”. Vai ver que quis livrar a cara do Lula que agora vive dando palestas e fala muita coisa inadequada. Só que a Gramatica eziste para encinar agente como falar e escrever corretamente no idioma portugues. A Gramática é uma espéce de Constituissão do edioma pátrio e para ela não existe essa coisa de adequado e inadequado. Ou você segue direitinho a Constituição ou você está fora da lei – como se diz? – magna.

Diante do pobrema um acessor do Minestério declarou que “o ministro Fernando Adade não faz análise dos livros didáticos”. E quem pediu a ele pra fazer? Ele é um homem muito ocupado, mas deve ter alguém que fassa por ele e esse alguém com certesa só conhece a linguajem horal. O asceçor afirmou ainda que o Minestério não é dono da Verdade e o ministro seria um tirano se disseçe o que está certo e o que está errado. Que arjumento absurdo! Ele não tem que dizer nada. Tem é que ficar caladinho por causa que quem dis o que está certo é a Gramática. Até segunda ordem a Gramática é que é a dona da verdade e o Minestério que é da Educassão deve ser o primeiro a respeitar.

 

*Crônica sobre fato ocorrido em maio de 2011

7 ideias sobre “Livros pra inguinorantes

  1. sergio silvestre

    Esse enchedor de linguiça que escreveu acima deve ser os partidarios da burrocracia,a mesma que solta ladrões por causa de uma virgula.
    Os Portugueses trouxeram a lingua e nós tratamos de dificultar ela mais ainda,e mais a linguagem jurida afrescalhada que juntam citações latinas,uma coisa patética e feia.
    O distinto acima se esforçou para escrever errado e eu entendi tudo,isso prova que a falta de paragrafo ou virgula não vai modificar aquilo que você está interpretando.
    Temos palpiteiros demais para aumentar a frescura e as filas.
    Já temos mais de uma centena de impostos e taxas e sempre vem um imbecil querendo mais foder com o povo.

  2. admin Autor do post

    caro sergio silvestre, se você não conhece o carlos eduardo novaes, não há o que discutir. de qualquer forma, obrigado pelo comentário. abraço e saúde.

  3. Sergio silvestre

    Eu que peço desculpas por esse vocabulário açodado,mas eu acho que a vida é tão dificil e curta para nos preocupar tanto.
    Mas estou adorando o blog pela singeleza das postagens.

  4. admin Autor do post

    quéisso, sergio! aqui pratica-se um arremedo de democracia, comandada por um anarquista conservador. hihihihi. continue mandando suas traulitadas. abraço. saúde.

  5. pedro

    Difícil acreditar que tanta gente seja partidária de uma argumentação tão frágil quanto essa de “adequação”. Discurso construído pra nivelar por baixo. Perceberam que a situação da educação no Brasil já desandou faz tempo. Pra não pegar mal, resolveram adotar essa cretinice disfarçada de “inclusão social”. Pode ser que a compra desses livros pelo ministério também explique parcialmente o fenômeno.

  6. antonio carlos

    É com livros como o desta “fessora” que educamos os nossos petizes? Depois reclamamos que a nossa escola é fraca. Seria um milagre se não fosse.

  7. antonio carlos

    Este blog tem uma coisa boa, que o diferencia dos outros, o blogueiro lê os posts, diferentemente de outros onde o blogueiro nem se dá ao trabalho de pelo menos ler o que os frequentadores se deram ao trabalho de postar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>