11:01Hora do espanto

Do correspondente em Brasília

 

Causaram perplexidade, no PPS, as últimas ações do deputado federal Sandro Alex na Câmara. É que esta semana, o parlamentar agiu como se fosse da base aliada ao governo em duas ocasiões. Na primeira delas, ele desconsiderou orientação do líder da bancada, Rubens Bueno, e votou em favor do veto da presidente Dilma ao dispositivo da medida provisória que criou o programa Mais Médicos e também uma carreira de Estado para os médicos estrangeiros do programa. A proposta foi fruto de acordo, – descumprido com o veto, feito entre governo e oposição no Congresso. O PPS orientou seus deputados a votar pela derrubada do veto, que acabou mantido com a ajuda de Alex.
Além disso, o partido dele estranhou o comportamento do deputado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Sandro Alex foi acionado para assinar requerimento para que a CCJ ouça o ex-secretário Nacional de Justiça, Romeu Tuma Jr., autor do livro-bomba sobre a fábrica de dossiês instalada no governo do PT contra adversários políticos. O requerimento acabou protocolado pelo deputado Roberto Freire um dia depois do previsto porque Sandro Alex não fez o que lhe fora pedido. O PT e seus aliados têm feito de tudo para evitar que Tuma Jr. fale no Congresso Nacional.
Dentro do partido há quem diga que, se o que houve esta semana se repetir, o deputado pode acabar sem legenda para disputar a reeleição à Câmara em 2014. Isso porque o PPS, segundo prega, é um partido que se opõe ao governo e no núcleo da agremiação a certeza é a de não dá para ter um deputado aliado ao PT e que age como um petista.

3 ideias sobre “Hora do espanto

  1. João Carlos Roman

    Você ainda não viu nada. Espere até estourar as denúncias que o MP investiga aqui na prefeitura de Ponta Grossa.

  2. sergio silvestre

    Hora do espanto é as sete da matina quando entra no ar a “casa do espanto” vulgo jornal da massa.
    Preste atenção no ancora e nos comentaristas,parecem a familia ADAMS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>