8:18Cortes

Pelo menos dois secretários municipais de Curitiba revelaram ontem, no encontro de ontem à noite com os vereadores, que cortaram vários cargos comissionados e não estão sentindo a menor falta.

8 ideias sobre “Cortes

  1. HORA CERTA

    Mas tem procurador nomeando a mulher como presidente de empresa da prefeitura e secretário mantendo diretora por bons serviços prestados.

  2. Parreiras Rodrigues

    Há que se acabar também com esse negócio de comissionar aposentados do poder público.

    Duas tetas dos governos – a da aposentadoria própriamente dita e o das, ou seja lá que sigla for – na boca dum só.

    Que procurem a iniciativa privada.

  3. ricardo crovador

    Com tanta coisa por fazer e com tantos anos sem concurso público, só pode ser por falta de imaginação dos tais secretários.

    Saber escolher bem, ter capacidade nomear aqueles que criam e produzem, entusiasmar e atrair para o serviço público aqueles que terão de ganhar menos que nas empresas, são quesitos esperados de um bom administrador.

  4. luiz

    e EU SERA QUE VÃO AUMENTAR MEU SALARIO COMO ADMNISTRATIVO DA PREFEITURA COM 36 ANOS SEM MACULAS NA FICHA FUNCIONAL COM 4 FALTAS DE r$ 990 .00+ 30% PARA QUANTO.

  5. pedro

    O dia em que essa bandalheira de cargo comissionado for extinta, o Brasil terá dado um pequeno – mas indispensável – passo em direção à dignidade.

  6. indignado

    Falou tudo Barata, porque nunca conheci comissionado que gostasse de trabalhar, gostavam sim era de puxar saco de chefe trouxa, e dedurar quem trabalhava. ACarlos

  7. ricardo crovador

    Falam do que não sabem?

    “Comissionado” é como se designa os servidores em cargos de chefia, sejam eles celetistas, estatutários (concursados) ou de livre nomeação pela autoridade do executivo, legislativo ou judiciário.

    Eles são as mãos, as pernas e os olhos daquele que é legalmente responsável pelo Governo.

    Portanto, não precisam “puxar o saco” dos chefes, como disse o Indignado, eles são, exatamente, os chefes, gerentes, coordenadores e outros.

    E geralmente trabalham como mulas até o infarte para mostrar serviço a quem os nomeou, para alçarem voos maiores na carreira. Nisso, podem se exceder e acabar sendo mal vistos pelos subordinados e serem vítimas de fofocas e boatos.

    Sem essas pessoas, os comissionados, nada aconteceria, tudo dependeria do governante em pessoa, portanto seria impossível governar, articular, mexer, progredir.

    E como vocês não leram o que escrevi no meu outro comentário, mais acima (por distração, acredito) vou repetir:

    “Com tanta coisa por fazer e com tantos anos sem concurso público, só pode ser por falta de imaginação dos tais secretários.

    Saber escolher bem, ter capacidade nomear aqueles que criam e produzem, entusiasmar e atrair para o serviço público aqueles que terão de ganhar menos que nas empresas, são quesitos esperados de um bom administrador.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>