8:32Bolsa-terrorista

Do analista do Planalto Central:

A prisão no Rio de Janeiro do terrorista espanhol Joseba Gotzon Vizan (explodiu bombas que mataram pelo menos duas pessoas na Espanha a serviço do ETA), lembra bastante o caso Cesare Battisti, terrorista italiano que foi beneficiado pela simpatia do governo Lula a ponto de ser libertado da prisão e ganhar asilo político à custa de um estremecimento das relações com a Itália. Foi lá que essa criatura assassinou quatro pessoas como militante da organização Proletários Armados pelo Comunismo e, por isso, foi condenado pela Justiça daquele país. Battisti, além de viver livre como um pássaro no Brasil, está prestes a ganhar um emprego na CUT, uma outrora combativa central sindical hoje convertida em mais uma organização chapa branca a serviço do governo federal. Vizan, dado esse antecedente tenebroso, é sério candidato a ser beneficiário dessa espécie de bolsa-terrorista.

2 ideias sobre “Bolsa-terrorista

  1. antonio carlos

    Quem dá emprego pra um, dá pra dois. E um dia esta central disse que apoiava os interesses dos trabalhadores. Foi há quanto tempo atrás mesmo? Até eles já perderam a conta. ACarlos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>