13:55A morte de Edson Feltrin

Nota de pesar enviada pelo prefeito Gustavo Fruet:

Com pesar, recebo a informação do falecimento do companheiro Edson Feltrin – membro da Executiva do PDT e presidente da Federação das Associações de Moradores de Curitiba (Femotiba). Registro aqui que conversei com Edson Feltrin na véspera de seu internamento e que sua participação na minha equipe na administração municipal já estava definida. A Executiva pedetista sempre esteve a par deste convite. Finalizo me solidarizando a seus familiares neste momento.

7 ideias sobre “A morte de Edson Feltrin

  1. José Maria

    Militante de campanhas políticas na categoria de combatente Feltrin levava todas as suas ações ao grau mais extremo. Tinha o sonho de eleger-se Vereador, esteve próximo mas embora com muitos votos não obteve êxito. O conheci desde as campanhas pela Anistia na década de 70, frequentei a casa de sua honrada família em Maringá .Vi o exagero que cometia atravessando madrugadas em campanhas e gastando a saúde em eventos intermináveis de associações de moradores nos bairros mais distantes e nas condições mais insalubres. Tinha ordens médicas severas de afastar-se de campanhas e preservar a saúde, rebelde fez o contrário , preservou a militância e abandonou os cuidados com o corpo. Na última reunião que promoveu para Fruet na Sociedade Morgenau estava muito debilitado, ainda assim discursou com o vigor e a ênfase que o acometia sempre. Quando não pode mais resistir aceitou internar-se mas tardiamente.Feltrin simboliza o militante aguerrido que vai para a primeira trincheira, ataca com virulência e é contra-atacado , membro da chamada tropa de combate, a que sai da guerra marcada,desgastada na imagem pessoal, incompatibilizada e estigmatizada. A tropa de militantes verdadeiros que abre caminho até mesmo com a vida, e não se trata de simbolismo,para que assumam os cargos os incólumes e descansados membros da sempre disponível tropa de ocupação , história comum de tantas campanhas políticas.

  2. Geraldo Serathiuk

    Conheço o Edson Feltrin, há 35 anos, desde os tempos da universidade de Direito lá da PUC. Militante combativo do movimento estudantil, democrático e popular. Foi perseguido pelo arbítrio e anistiado, por sua militância clandestina no período militar. Grande amigo com quem conversava muito, inclusive antes de ser internado, durante o internamento quando era permitido falar e posso garantir que morreu decepcionado, com alguns que ajudou e apoiou em sua vida.

  3. Gabriela

    RIDÍCULA a nota do Fruet. O que interessa que a executiva do PDT sabia que o Feltrin esta cotado??????? fazendo POLITICAGEM até numa hora destas? ah! vá se lascar!!!!!!

  4. Lopes

    Fruet, porque essa frouxidão de não fazer o que tem que ser feito! “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer.”
    Ajude agora, ao menos, os amigos do Feltrin!

  5. Parreiras Rodrigues

    Zé Maria mandou bem – como sempre.

    Feltrin era militante de amassar barro ou comer poeira, bater palma no portão para entregar material de campanha e convencer a família moradora.
    Prá depois da onça morta, eis que surge batendo bumbo, a tropa de ocupação.
    Foi um dos últimos assuntos que conversei com ele, uma eleição passada.
    Mass a gente insistia, né, Feltrin…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>