Uma ideia sobre “O fim, sempre

  1. Parreiras Rodrigues

    Contam prá gente que o mundo começou com uma desobediência em forma de fornicação, duma condenação ao trabalho forçado, seguindo-se um fratricídio. Mais lá na frente, teve um plebiscito no qual a turba votou unanimemente, por isso erradamente – dando origem à célebre constatação do nosso Nelson “Freud” Rodrigues.

    Decididamente, era melhor nem ter começado.

    João Mário, sócio do Vanderley, donos do boteco onde amarrei homéricos fogos até 6 anos idos, lendo o policial daTribuna, mais os comentários do Mensalão, mais a compreensão quase cúmplice do povo diante da revelação das viagens da “assessora” que permutava a caixa de pandora por sinceruas e outras benesses, sempre repete:
    Deus deveria mandar uma chuva dumas dez horas de enxofre, seguida de uma saraivada de raios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>