19:06Muito-muito simples

de Caio Fernando Abreu*

Mas o que ia dizendo — não se enlouquece quando se tem um tanque cheio de roupa suja pra dar conta. Não é possível a gente se dar a esse luxo. Continuo querendo dizer — e talvez para mim, com meu Sol e Lua em Terra, Virgem e Capricórnio, talvez seja mais fácil — que o PRÁTICO pode salvar. Ou o simples, o muito-muito simples.

*Em Carta a Maria Lídia Magliani

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>