14:33Para rastrear

História curitibana. Aconteceu com um amigo do blog. No sábado passado ele recebeu um telefone com “número confidencial”. Ao atender ouviu uma voz apavorada “paiiiiiii, me ajude” -e ele disse o nome do filho. Pronto. Era o golpe do sequestro feito por presidiários. O bandido ordenou que ele não desligasse o telefone, ameaçando matar “seu filho”. Ele, porém, estava de carro, próximo à casa do filho, foi até lá e verificou que ele não estava em casa. Ligou no celular. desligado. E agora? O bandido ligou novamente ameaçando. E a dúvida? E se for verdade? Resumo da ópera. O bandido pediu R$ 5 mil e a vítima disse que seu limite era R$ 500,00. Os bandidos pediram crédito em celulares. Ele fez, gastou mais R$ 50,00. E guardou os comprovantes. Caso a polícia se interesse em investigar, eis a conta da Caixa Econômica usada pelo (s) bandido(s):  AGÊNCIA 12 068; CONTA 6410 – 4 (POUPANÇA); CORRENTISTA – CRISTIANO MORAIS TEIXEIRA. Telefones creditados aos bandidos – 021 6803 8130 e 21 7426 5879 e 024 9282 3018(Claro) 021 8038 7050 (TIM). O pai assustado e tungado deixa um recado: “Se desconfiar do número ou atender um telefone suspeito JAMAIS DIGA UM NOME DE FAMILIAR. É a dica que eles precisam, enquanto os celulares fazem a festa nas penitenciárias”. Em tempo: o “sequestrado” estava jogando bola e desligou o telefone celular.

6 ideias sobre “Para rastrear

  1. Roberto Pedreira

    A maioria dos telefones móveis atuais permite colocar os números não identificados na lista negra, o que não deixa a chama ser completada.
    Ao menos para mim tem sido uma boa prática, porque não recebo chamadas apócrifas.

  2. Emerson

    Não é só história curitibana. É golpe velhíssimo, que não sei como alguém ainda cai. Com toda a mídia que sempre se fez.

    Claro que a criatividade dos malacos é surpreendente. Ficam o dia todo pensando em bobagens.

    Agora, querer que a Polícia investigue… Já, já estes números serão desativados pelos detentos e outros entram… Só deveriam investigar se a pauta policial estiver zerada, o que estamos MUITO longe de estar.

    De todo modo, se serve de consolo, é só pesquisar na internet que vão ver que mesmo em Israel os bloqueadores de sinal de celular não funcionam nas penitenciárias.

  3. Bellegard

    Amigo meu foi um pouco mais esperto: perguntou se estavam com a moto do rapaz. Disseram que sim. Aí ele tascou:
    - então podem matar. Meu filho não tem moto.

  4. Peter Bad Harthes

    Ano passado, aconteceu com amigo. Filha viajando. Telefone toca às 5,30. O cara fala que ela tá sequestrada e que quer 10 mil. Uma voz feminina, chorosa, apavorada diz: Pai, dê o dinheiro a eles. Ele mandou meter bala na testa dela.
    Quando ele me contou, fiquei apavorado: Rapaz, e se eles matassem sua filha?
    Fia minha porra nenhum, ela não falaria DÊ o dinheiro A eles e sim, dá logo o dinheiro preles, putaqueopariu!

  5. antonio carlos

    Este golpe é mais velho que o do bilhete premiado e do conto do vigário. O pai do filho seqüestrado e tungado foi sim muito generoso com o seqüestrador. Agora é pedir para a operadora a grana de volta. E comunicar à Polícia e à Caixa que ela tem um presidiário como correntista. ACarlos

  6. Elton

    Como diria o Bezerra da Silva: bolso de otário é nas costas de cabeça para baixo… Nada contra a atitude do colega que caiu no conto, afinal, nesta situação não saberia o que pensar e o que fazer também porque tenho filho de dez anos e filha de dois e em se tratando de filho, fazemos de tudo para preservá-los…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>