7:23Esqueceram o relógio!

por Paulo Ferraz

Enquanto a prefeitura cria um novo cartão postal, construindo um viaduto de R$ 100 milhões, tradicionais ícones da cidade, como o Relógio da Flores no Alto de São Francisco, estão sem os cuidados básicos que mereciam. Fica uma péssima impressão da nossa cidade para os turistas que frequentam a feirinha do Largo da Ordem o abandono daquele cartão postal, cuja manutenção não custaria mais do que um dia de trabalho de um bom jardineiro.

5 ideias sobre “Esqueceram o relógio!

  1. marcelo santana

    gastar um fortuna para um postal de 100 milhões só para iraquiano, jamaicano, turco ver quando vierem ver os jogos michurucas da copa. herança maldita deixada pelo ducci. além do que o viaduto não via resolver nada o trânsito no local, pois tem semáforos na alcides arco verde e outros semáforos da com franco e da Cel. Francisco Heráclito dos Santos . DINHEIRO PÚBLICO JOGADO FORA!

  2. Curitibana

    O problema maior é que no relógio se instalou uma turma de usuários de crack, que fizeram do relógio esconderijo de drogas. Essa turma é que invadiu a igreja do Rosário obrigando o padre a cancelar a missa. Passam o dia e a noite alí, bebendo e incomodando os turistas. Um horror para quem quer curtir o Largo da Ordem em paz com a família.

  3. Maringas

    Nos últimos 8 anos a PMC só fez manutenção; não projetou nada para o futuro. Inaugurou a Linha Verde (que já vinha de governos anteriores) cheia de semáforos e abriram binários para os carros passarem por cima de praças e ruas até então tranquilas. Priorizaram os automóveis e esqueceram do cidadão. O transporte público não funciona porque os ônibus estão rodando a baixa velocidade, perdidos no meio dos carros que entopem as ruas e avenidas. É claro que essa administração (que não vai deixar saudades) nunca iria se preocupar com um “cartão postal” que está localizado numa praça onde os automóveis tem de desviar. Se perguntar para o Beto Richa e o seu Vice Prefeito onde fica o Relógio das Flores, eles vão dizer que é em Miami.

  4. antonio carlos

    E o relógio da praça Osório, o repuxo da mesma praça, todos pedindo pelo amor de Deus um consertinho. Vão continuar como estão? Óbvio que sim, não dão aquele lucrão enorme que só as obras faroônicas são capazes de proporcionar. ACarlos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>