8:02Revitalização da estrada de ferro para Paranaguá é mais importante que ampliação da Norte-Sul, diz Stephanes na Câmara

Do deputado federal e ex-ministro da Agricultura Reinhold Stephanes (PSD) durante a  audiência pública realizada pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural para discutir o impacto econômico que a ampliação da Ferrovia Norte-Sul poderá provocar na Região Sul do país.

- Mais que a ampliação da Ferrovia Norte-Sul, o Paraná precisa da revitalização do trecho da ferrovia Ferroeste entre Guarapuava e o Porto de Paranaguá. O porto é responsável pela saída da maior parte da produção de grãos do país, bem como pela entrada de pelo menos 70% dos fertilizantes utilizados para o plantio e precisa ter sua importância valorizada, melhorando sua infraestrutura e logística.

- Nenhuma das soluções discutidas até o momento aborda uma das questões mais básicas no caso do estado do Paraná que é a interligação das cidades do interior ao Porto de Paranaguá. Trata-se de um assunto vital que por enquanto está totalmente fora da pauta.

- O custo do transporte brasileiro é três vezes maior que o de países como os Estados Unidos ou Argentina, o que gera problemas sérios de competitividade. A situação só não é pior porque o mercado mundial está extremamente aquecido e acaba por favorecer a exportação.

- É preciso raciocinar já considerando quais serão as características que precisarão ser contempladas daqui a 15, 20 anos. Isso se justifica em função da capacidade produtiva brasileira, que deve dobrar em 20 anos, e do fato de que qualquer projeto que começa a ser discutido agora demora dez anos para ser viabilizado até serem concluídos os estudos de viabilidade técnica e econômica, bem como da aquisição de todas as licenças ambientais necessárias.

-

2 ideias sobre “Revitalização da estrada de ferro para Paranaguá é mais importante que ampliação da Norte-Sul, diz Stephanes na Câmara

  1. Velho de Guerra

    O que falta é culhão ! Conhecemos todos os repetidos argumentos, fatos e necessidades sobre o assunto. Mas, enquanto reinar no poder a grande confraria nordestina, mineira e paulista o resto ó…
    Olha a Régis Bitencourt – BR 116 entre SP e o Sul verdadeiro gargalo, há décadas.
    O que FHC fez com a privatização ferroviária? Prejudicou o Sul e em particular o Pr. Essa ALL que já foi Atlântico Sul, basta ver o estado de conservação de seus implementos – locomotivas e vagões, caso de polícia. E sem entrar no sentimentalismo do conservacionismo patrimonial que herdou e não dá manutenção.
    Este é o país que vai prá frente. Lembram ???
    Como diz o Domenico Demasi, sem educação nosso povo aderiu o consumismo, aonde apenas o que é caro é bom e tem valor, isso nos sinaliza uma quebradeira igual ou maior que os EUA e a Europa.
    Aqui o “pobre” está gastando mais que o “rico”.
    Sthepanes, estes discursos são maravilhosos, mas Vc sabe e conhece os “meandros”, seja claro, basta dessa hipocrisia, dê nome aos “bois”.
    Daqui a 15 ou 20 anos só o IBGE e o INSS entendem que estaremos por aqui. Mas, nossos filho e netos com certeza estarão discutindo ainda o mesmo assunto!

  2. antonio carlos

    Sugiro ao nobre deputado que mande para o casal ministerial e aquele ministro pé vermelho este pronunciamento, eles estão masi perto da presidente do que o ministro. Faça isto ex-ministro, nós agradecemos. ACarlos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>