9:22Contestado – em livro e na telinha

Os cem anos da Guerra do Contestado vai unir a Imprensa Oficial do Estado e a RPC TV numa parceria. Um livro será lançado e uma minisérie de 10 capítulos do episódio, que começou em outubro de 1912 e durou até agosto de 1916, será produzida e transformada em DVD. Para quem não sabe o que foi o Contestado, segue a versão do Wikipedia:

Guerra do Contestado foi um conflito armado entre a população cabocla e os representantes do poder estadual e federal brasileiro travado entre outubro de 1912 a agosto de 1916, numa região rica em erva-matemadeiradisputada pelos estados brasileiros do Paraná e de Santa Catarina.[1]

Originada nos problemas sociais, decorrentes principalmente da falta de regularização da posse de terras e da insatisfação da população hipossuficiente, numa região em que a presença do poder público era pífia, o embate foi agravado ainda pelo fanatismo religioso, expresso pelo messianismo e pela crença, por parte dos caboclos revoltados, de que se tratava de uma guerra santa.

A região fronteiriça entre os estados do ParanáSanta Catarina recebeu o nome de Contestado devido ao fato de que os agricultores contestaram a doação que o governo brasileiro fez aos madeireiros e à Southern Brazil Lumber & Colonization Company. Como foi uma região de muitos conflitos, ficou conhecida como Contestado, por ser uma região de disputas de limites entre os dois estados brasileiros.

Uma ideia sobre “Contestado – em livro e na telinha

  1. antonio carlos

    A Guerra do Contestado foi um conflito antes social do que político. Esta tragédia tão pouco conhecida por catarienenses e paranaenses pode ser comparada com a tragéida de Canudos. Mas para o nosso azar não tivemos nenhum Euclides da Cunha para relatar os trágicos acontecimentos desta Guerra. ACarlos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>