17:19O caminho do descaminho

Do blog da jornalista Joice Hasselmann:

Paraná no Ar, RICTV Record :

Um dos esquemas mais antigos de desvio de dinheiro e um dos mais difíceis de ser comprovado foi divulgado hoje, no Paraná no Ar, na RICTV Record. A jornalista Joice Hasselmann mostra como a verba pública é usada para enriquecer patrimônios privados. O esquema é minucioso. Os acordos são costurados entre vereadores e funcionários e os parlamentares conhecem como funciona a negociata.

http://www.blogdajoice.com/2012/06/exclusivo-o-caminho-da-corrupcao-da-camara-de-curitiba-2/

5 ideias sobre “O caminho do descaminho

  1. Conde Edmundo Dantas

    Ora, pensei que era algo inusitado. Isto todo mundo sabe que acontece em todos os Legislativos do país. A pergunta que fica é:
    Por que pegaram o Algaci Tulio pra cristo? A quem ele está descontentando?
    Sugiro ao “Alborghetti de Saias” que entreviste funcionários de outros Vereadores e, certamente, encontrará muitos com vontade de falar.
    Não esquecendo que estes funcionários são tão pilantras quanto os políticos, pois, aceitam ganhar sem trabalhar, ou trabalhando muito pouco (meio expediente), e depois se rebelam contra o chefe da quadrilha à qual pertencem. São todos farinha do mesmo saco!

  2. -Noviski-

    Depois das denúncias feitas pela jornalista Joice Hasselman sobre a devolução dos salários dos funcionários da Câmara Municipal de Curitiba para os vereadores, e o reboot da novela Gabriela, a casa mudou de nome. Agora é o “Bataclâmara”…

  3. Miguel Orleryk

    Acorda povo! Vamos tirar os ladroes no voto. Não reeleja vereadores bandidos. O Algaci nem devia ter entrado. Não reelejam Algaci Túlio.

  4. Orlando

    Mas e os outros vereadores, o Chico Garcez do Folha do Boqueirão, o Hinça, João do Suco e as notas não declaradas da Renata Bueno, ou seja o caixa dois dela, mais o caso do titio na Câmara. Nada? Isso sem falar do Tito Zeglin, do PDT do Fruet, que até agora a grande mídia não abriu o bico para falar do programa de rádio e do jornal dele, que recebiam verbas da Câmara e da Prefeitura, através da empresa do filho dele. Mistério.

  5. F.s

    Êta jornalismo chinfrim, de dar vergonha a qualquer escola de jornalismo. Faz um carnaval, como se fosse dar uma ‘bomba’ e desanca um só vereador, escolhido prá bode expiatório.
    Alunos, aprendam como não se faz jornalismo!
    Repórter que se preza busca a totalidade dos fatos, todos os implicados, doa a quem doer. Parece até aquele outro blog que muda de lado conforme a fonte pagadora, numa total despreocupação com a coerência.
    O pior é que esse tipo ganha espaço até nas televisões. Ivan Lessa estava certo: o nosso jornalismo piorou demais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>