9:05Sobre cargos e desencargos

O “justus esperniandis” Orlando Pessuti, que ficou nervoso ao saber dos dados apurados pelo deputado Ademar Traiano (PSDB) a respeito das contratações de cargos em comissão desde que assumiu o governo produziu mais esta justificativa do “Chefe do Executivo”, depois que afirmou que o tucano deveria provar o que está comprovado no Diário Oficial: “Provavelmente aconteceram substituições nos cargos”. Fazendo uma pequena conta a partir das 888 contratações e 188 exonerações, chegamos à conclusão de que para cada um que saiu, quase quatro entraram. Pode ser uma nova estratégia de administração. Outra: todas as contratações para cargos efetivos, como Pessuti jogou na justificativa, são resultado de concurso. O que se procura agora, quais foram os realizador por ele e quais as do seu “grande amigo” Roberto Requião.

8 ideias sobre “Sobre cargos e desencargos

  1. Leitor

    Mais uma vez o Sr zebeto comete uma irresponsabilidade jornalística ao não colocar a versão correta dos fatos. Saiu ontem no Estado do Paraná reportagem da Elisabete Castro, falando sobre a contratação de profissionais para os hospitais e nomeções na polícia.

    Cada vez perde mais a credibilidade.

  2. alderijo bonache

    No afã de partir para o clássico MÃO DE ORDENHA(PUXA SACO ou CHALEIRA) deixaram de analisar quem era quem! Quando o nefasto Lerner deixou o governo do PR, havia falta de tudo, Educação esta sendo privatizada com o ParanáEducação, Policiais civis e militares tinham 30% do efetivo de 40 anos antes, professores desestimulados sendo que Requião nomeou por admissão em concurso público quase 15 mil profissionais na área da educação! Este cara de feições patibulares, o caipira do mato ADEMAR TRAIANO se presta a este tipo de serviço que não caí bem na cara de quem tem um mínimo de vergonha! Fala a verdade e não fica destilando merda por aí, isso não é de homem, mas sim de homúnculo!

  3. Zóio da Sete

    É Carequinha, ficar publlicando as asneiras que os tucanos produzem é uma temeridade. Lembra ao apoio sacramentado do Osmar ao Beto, que o Rossoni jurava que sairia em poucas horas? Pois é, não saiu.

  4. antonio carlos

    O desgovernador é mesmo burro. Por que não disse que deu posse a 700 novos servidores concursados? Aí entenderíamos, o que a sociedade é da nomeação de tantos companheiros. ACarlos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>