6:48Coritiba

Iara Teixeira

Um time é grande porque é assim até disputando a quinta divisão da Suburbana. Um grande time é um grande time porque conquistou isso na caminhada, desde a fundação. O Coritiba tem um século e um ano de vida,  e ontem, ao vencer o Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, por 3 a 2, assegurou seu retorno à Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro. Como dimensionar a alegria de milhões de corações e almas alviverdes? Impossível - e só quem é apaixonado pelo universo da bola sabe disso. O futebol é como a vida. Sorrimos, choramos, sofremos, amamos, enfim. Num dia como hoje, vem à lembrança as palavras do poeta Paulo Leminski a respeito da conquista do Campeonato Brasileiro de 1985, a maior glória eternizada no alto da glória dos Coxas. Descreveu ele a manhã do dia seguinte da conquista, onde tudo amanheceu sorrindo em Curitiba. Assim como hoje. Ele era atleticano, como este que dá aos “inimigos” os parabéns e as boas vindas ao lugar que merece - porque assim é.

10 ideias sobre “Coritiba

  1. Moises Nami Neto

    Prezado Ze Beto

    Sou coxa e leitor diário de seu excelente blog.

    Cultura, humor e senso crítico, com cidadania, são aquilo que busco e encontro no seu blog

    Suas palavras sobre o Coritiba evidenciam isso.

    Abraço!
    Moises

  2. MAB

    bonito zé.

    tenho muitos inimigos rubro negros, entre eles o próprio Leminski, amarelado na minha velha Placar. apenas pessoas inteligentes e do bem pensam como voce e o grande mestre…

    futebol é apenas diversão, cada um com suas cores,
    mas respeito antes de tudo…

    o Glorioso Verdão voltou!!!

    SAV

  3. Pingback: Craques e Caneladas » Palavra de atleticano

  4. Gerson Guelmann zs

    Zé: dias atrás encontrei o Vinicius Coelho na rua. Ainda que fosse mais novo do que meu pai, eram muito amigos e lembro bem da convivência deles. No papo, lembrou de quando ambos iam aos Atletibas e as torcidas não eram separadas. Hoje é assim que “não funciona”: a torcida do Coxa invade o próprio campo e submete o time à maior punição da história do futebol brasileiro; a do Atlético, dividida em 2 facções, briga entre si na base do porrete.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>