11:08Gleisi Hoffmann defende teto para salários

Ao falar hoje sobre a questão salarial do país, a senadora eleita Gleisi Hoffmann disse que é a favor de um teto salarial no país. “É um acinte ter gente ganhando tão pouco e gente com salários estratosféricos”. No estúdio da rádio Evangelizar, alguém lembrou que o técnico Felipão ganha R$ 700 mil para dirigir o Palmeiras.

9 ideias sobre “Gleisi Hoffmann defende teto para salários

  1. Charles Friedrich Junior

    Essas posições da futura senadora, são muito interessantes, mesmo. Suas remunerações sempre foram polpudas, pois sempre atuou em cargos de comissão ou de confiança, daí ter adquirido essa capacidade diagnóstica e patrimonial. Ela poderia demonstrar mais conhecimento com relação ao famigerado “fator previdenciário”, que penaliza aqueles que hoje tem mais de 35 anos de contribuição efetiva e são penalizados com cálculos e reduções em seus benefícios.E não simplesmente propor nova categoria de aposentados domésticos. Ela é do new PT.

  2. Frik

    Se o salário é merecido ou não, isto é para ser avaliado por quem paga … Façam aí as contas para ver quando dinheiro vai para Brasília e quanto retorna para os Estados em forma de benef´cio real. É, alguma coisa teria de mudar …

  3. Carlos Meireles

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Outra coisa não se pode escrever!

  4. Zangado

    Isso certamente não constou de seus inúmeros discursos de campanha.
    Agora, já eleita, então começa aparecer o que existe “da lingua para dentro”, antes era só da “lingua para fora”.
    É isso aí povão bão de voto do Paraná … povão que adora “lingua para fora” …
    Lingua para fora você vão ver de agora em diante …

  5. antonio carlos

    A Barbie nem tomou posse, e já começou a dizer besteiras. Mas para dizer besteiras não precisa tomar posse, é só abrir a boca e mandar ver. Que coisa mais idiota esta que ela disse. De mais a mais a eleição já passou, mas para a moça parece que ainda não. Ela então que se preocupe com os salários pagos nas estatais, estes sim totalmente fora da nossa realidade. Se o Plameiras quer pagar ao Felipão o que ele pede, que pague, a grana não sai do nosso bolso. Se a futura senadora está tão preocupada com gastos, pergunte ao companheiro presidente quanto custam estas viagens do aeroLula para fazer campanha da companheira Dilma. Ai quando souber, vai ver que custa uma nota . E então cala a boca de vez, e aprende de vez que em boca fechada não entra mosca. ACarlos

  6. Omero

    Ela deve começar analisando os salários dos funcionários da Petrobras, cuja diretoria tem petista de cabo à rabo. Anexo informação importante nessa área em que Gleisi pretende atuar…
    .-.-.-
    6/06/2009
    às 5:23
    Supersalários da Petrobrás podem ser alvo da CPI

    No Estadão:
    Diante da revelação que os integrantes da cúpula da Petrobrás recebem supersalários, o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) cobrou ontem a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobrás já na próxima semana. De acordo com reportagem do jornal Correio Braziliense, documentação enviada pela Petrobrás ao Ministério da Previdência e à Receita Federal mostra que os vencimentos – salários mais bônus – de cada um dos diretores e do presidente da estatal, José Sérgio Gabrielli, fecharam 2007 em torno de R$ 710 mil, uma média mensal salarial de R$ 60 mil.

    O senador, autor do requerimento de criação da CPI, criticou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, por autorizarem reajustes de até 90%, entre 2003 e 2007, para a diretoria executiva da estatal. A diretoria é em boa parte loteada entre nomes do PT e do PMDB. Indicado pelo PT, o diretor de Operações e Exploração da empresa, Guilherme de Oliveira Estrella, por exemplo, teve rendimentos aumentados de R$ 368.711,36 em 2003, para R$ 701.764,79 em 2007.

    “É evidente que dirão: ?Mas isto é legal?. Não há dúvida, deve ser legal; afinal, os atos foram praticados em função de normas estabelecidas pela empresa, com o aval do Poder Executivo, já que quem preside o Conselho da Petrobrás é a ministra da Casa Civil. Nós não estamos discutindo a legalidade: nós estamos questionando a moralidade”, afirmou Dias.

    Para ele, a necessidade da CPI estaria mais do que justificada pela irregularidades reveladas nas operações Águas Profundas, Royalties e Castelo de Areia da Polícia Federal. “São fatos relevantes que justificam investigação em profundidade, para a necessária responsabilização civil e criminal, se os ilícitos forem confirmados.

    A CPI tem a função de colocar o mal à luz para chegar ao conhecimento da população, que pressiona e exige providências” , disse ele, referindo-se a denúncias de superfaturamento e pagamentos indevidos nas obras da refinaria de Pernambuco e na construção de plataformas para exploração de petróleo em alto mar. Aqui
    Por Reinaldo Azevedo

  7. sapo barbudo

    Tudo isso que doi dito acima e mais se não tivesse salários altos, como ela diz, grandes pro labores, com certeza a sua campanha seria paupérrima e não foi. Agora a bonequinha de luxo (?) começa a botar as suas manguinhas para fora e nós veremos logo logo aquela voz meiga? angelical. falando grosso e a lá LULA. Esta é a prática dos falsos socialistas, são socialistas com os outros, com o dinheiro dos outros, com a riqueza e posses em gral do vizinho mas, não olham o próprio rabo.

  8. sarna

    Hãhã dona Gleisi. Que comece então pelos servidores públicos dos 3 poderes, que POR LEI não podem receber mais do que o presidente da república – e recebem. Inclusive os diretores da Itaipu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>