17:22Requião e o motivo da derrota de Osmar Dias

Requião atribuiu à barração das pesquisas eleitorais o motivo que levou Osmar Dias à derrota domingo passado. “Havia uma onda de virada e o pessoal do Beto fez aquilo jogando com a conveniência certa na hora da entrada do pedido na Justiça, algo inédito em todo o Brasil, onde se faz pesquisa do mesmo jeito. Bem, como se sabe, na última semana os institutos de pesquisas, que eu continuo achando serem instrumentos políticos, se ajustam mais à realidade dos fatos para poderem ganhar mais na eleição seguinte. Como não foram divulgadas, deu no que deu”.

12 ideias sobre “Requião e o motivo da derrota de Osmar Dias

  1. SFU

    Requião, o cabotino, falou tudo e certo! A derrota do amiguinho Osmar pode ser atribuída em parte à impugnação das pesquisas. Estas, as deles, tendenciosas, por que, provavelmente, adquiridas no mercado com esse fim. Aliás, as pesquisas eleitorais, deveriam ser um fato de registro apenas histórico do passado, de como se leva a manada, os eleitores, a votar em alguém. Numa sociedade como a brasileira, ainda imatura na sua própria condução, as pesquisas eleitorais são o maior entrave ao desenvolvimento da cidadania, no que se refere à autodeterminação na escolha de um candidato. Por aqui, vota-se pelo “voto útil”, de quem tem maior índice, mas, na verdade, acaba sendo o “voto inútil” pois em nada contribui para formação Política, esta sim, com letra maiúscula

  2. Julio

    O Requiao disse que conseguiu se manter nos 50% até o fim. Nas urnas teve 40%. O Ibope “emprestou” 10% pra ele ao longo da campanha…

  3. silas

    E o cara não aprende. Êle não admite que foi eleito graças as pesquisas que davam vários pontos ao Requião na frente do Gustavo e do Ricardo. Se as pesquisas fossem verdadeiras tinham informado a realidade e o BOB ficaria em 3º lugar ou seja: Teria SIFU

  4. jar

    Na Gazeta do Povo tem uma foto do Lula com vários gavernadores e alguns ex. A manchete é Requião diz “faremos o possivel para eleger a Dilma”. Será que este faremos o possivel é tudo aquilo que conhecemos, como: Mentir, denegrir, desqualificar as pessoas, ameaçar, criar Ferreirinhas, usar dolares guardados no guarda roupa de parentes, trair enfim dazer o que êle mais sabe.

  5. Eugênio S Albuquerque

    Requião deve mesmo defender as pesquisas, foi por elas que ele se elegeu senador. Se as pesquisas retratassem a realidade, Gustavo Fruet teria sido eleito no lugar do ex-governador. Quanto a Osmar, deve purgar os seus pecados, principalmente o pecado mortal de se aliar a um tipo como esse Requião. Mas Deus é pai, nunca mais precisaremos votar no RR, daqui pra frente ele viverá “o outono do patriarca”. Palavras de Gabriel Garcia Marquez. O escritor colombiano fez o seu romance mirando num ditador das Américas, mas acertou em um certo senador paranaense…

  6. Maringas

    É muita cara de pau desse indivíduo descarado.
    Ele só ganhou do Gustavo Fruet porque as pesquisas mentiam sobre a real situação para o senado.
    Se as pesquisas tivessem mostrado a realidade (Requião nunca teve 47% das intenções de voto), hoje teriamos um ex-governador de pijama, em casa, enchendo o saco da coitada da Maristela.

  7. Lalo

    Quando digo isso, não quer dizer que não gosto da cidade, apesar de estar morando em São Francisco do Sul, mas o que tem de JONGOLO Sse aproveitando do que os imigrantes, que realmente fizeram a cidade e agora se acham que são os donos, acordem gente vejam em quem votam…

  8. Pereira

    Beto e o Jurídico de sua campanha estavam certos, queriam usar politicamente as pesquisas que estavam com seus dados deturpados para prejudicar o candidato tucano!!!!!
    Portanto não foi censura, e sim proteção de “trambique da RPC/IBOPE/PT/Osmar” está confirmada a fraude da Coligação do Osmar Dias!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>