7:07Ministro Gilmar Mendes roda a baiana

Do jornal O Estado de São Paulo:

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, nega ter recebido telefonema do presidenciável José Serra (PSDB) na quarta-feira antes de pedir vista no processo sobre a exigência de dois documentos para votar, interrompendo o julgamento que foi retomado na quinta. “Eu não recebi ligação do Serra naquele dia. Isso é fantasia. E aquela coisa de que ele me chamou de “meu presidente” também é fantasiosa”, afirmou, negando o que foi noticiado pela Folha de S. Paulo. “Nós somos amigos e ele nunca me trata assim, nos chamamos pelo nome.” E acrescentou: “Aquela foto da Folha, sei lá o que foi… Serra estava tenso, e sei lá eu se ele não estava ligando para o presidente do Palmeiras?” Para Mendes, “o que é realmente grave” está ficando em segundo plano. “Sabe o que é grave? Grave é ação do Marcio Thomaz Bastos em cima da maioria dos ministros que ele nomeou”, disse, referindo-se ao ex-ministro da Justiça. “Grave é o marqueteiro do PT ter sugerido a mudança. Grave é a Justiça Eleitoral ter investido R$ 4 milhões na prestação de serviço aos eleitores, durante meses, para dizer quais documentos levar, e tudo mudar às vésperas do pleito.” E completou. “Eu disse que ia pedir vistas para pelo menos tentar colocar um pouco de reflexão no processo.”

4 ideias sobre “Ministro Gilmar Mendes roda a baiana

  1. Jeremias, o crente

    Lembrei de uma canção composta por Mauro Duarte e consagrada por Clara Nunes: Lama.
    Tinha um refrão mais ou menos assim:
    “Por isso não adianta
    estar no mais alto de grau da fama
    com a moral
    toda enterrada na lama”.

  2. Carlinhos

    Me engana, me engana, me engana
    Que eu gosto, que eu gosto
    Me engana, me engana, me engana
    Que eu gosto, que eu gosto

  3. CHC

    O marceneiro vai consertar o guarda-roupas da mulher que treme quando passa o trem. Ela pede que ele fique dentro do guarda roupa, com o calor ele tira a camisa e fica somente de calças até o trem passar.
    Antes porém chega o marido que acha estranho o jeito da mulher e resolve abrir o guarda-roupas. A cama desarumada, a mulher despenteada e um cheiro de kiboa no ar. Tudo engano, não passou de um simples conserto do mobiliário. Huuummmmmm.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>