8:47Guerra nas páginas

Reflexos do baile:

- A revista Veja berra na capa, com repercussão imediata na Folha de São Paulo, que ampliou e manchetou, a denúncia de que Israel Guerra, filho da ministra da Casa Civil Erenice Guerra, braço direito de Dilma Rousseff, candidata do PT à sucessão de Lula, era lobbista juramentado para intermediar negócios entre empresas e o governo federal.

- A revista CartaCapital abre um leque onde mostra, em reportagem de Leandro Fortes, que Verônica Serra, filha de José Serra que foi alvo quebra ilegal de sigilo fiscal,  foi sócia de um empresa “que expôs dados bancários de 60 milhões de brasileiros obtidos em acordo suspeito com o governo FHC”. A publicação também ataca o caso do sargento Rodrigues, ex-servidor do governo tucano de Yeda Crusius que repassava informações sigilosas. A publicação comandada por Mino Carta aborda também, e com destaque, a dificuldade do PT em explicar as digitais de militantes na quebra do sigilo de tucanos e as omissões da Receita Federal, mas arremata informando, em reportagem de Sergio Lirio, “a guerra fratricida entre Aécio e Serra”.

Isso é campanha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>