5:58Disfarça e samba

Do Filósofo do Centro Cínico:

Depois da prisão de José Roberto Arruda, no Centro Cínico espalhou-se rapidamente uma ideia de disfarce para demonstração de despreocupação e, ao mesmo tempo, integração com o povão: todo mundo se infiltrar nas escolas de samba para sair requebrando nos desfiles da Cândido de Abreu. Na primeira reunião dos chefões descobriram uma coisa boa e uma ruim. A boa é que as escolas de samba de Curitiba ganhar espaço na mídia ao repentinamente bater o recorde nacional de número de figurantes. A ruim é que ia sobrar folião e faltar avenida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>