9:57Tiros de festim

Os tiros que o PT manda na direção do deputado estadual Augustinho Zucchi, presidente do PDT do Paraná, e braço direito do senador Osmar Dias, candidato ao governo do Estado, são assimilados ali como “de festim”. Isso porque sua missão dentro do partido é a de conversar com o PSDB para manutenção da aliança que, até agora, não foi desfeita oficialmente. O tiroteio aumentou porque partiu de Zucchi a ideia de se tentar colocar Gleisi Hoffmann (PT), que quer ser senadora, como candidata a vice na chapa de Osmar Dias. Isso é política!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>