18:25Osmar Dias, o MST e o laranjal destruído

Do senador Osmar Dias (PDT) sobre a invasão da Fazenda Cutrale, no interior de São Paulo, onde os integrantes do Movimento dos Sem-Terra destruíram milhares de pés de laranja:

- Não podemos admitir a destruição de um ambiente de trabalho, como o que foi feito em São Paulo. Lá se foram sete mil pés de laranja que estavam produzindo e os trabalhadores deixaram de ganhar o seu ganha-pão. Não é este o método que deve ser utilizado para reivindicar o direito legítimo a terra neste País. Defendo que as autoridades de São Paulo e as federais tomem providências e punam os responsáveis para evitar o risco de termos conflitos no campo.

- O MST tem que decidir se é um movimento reivindicatório ou se vai continuar fazendo terrorismo. Para ser respeitado o MST precisa retomar as suas origens, como movimento social de reivindicação e não como um instrumento de promoção da desordem.

- É necessário que o governo invista na agricultura familiar, a grande propulsora do campo, sendo responsável por 40% de tudo o que se produz de alimentos no país. Hoje, são 13 milhões de pessoas trabalhando em pequenas propriedades. Todo agricultor familiar tem direito a dar um salto de renda, o direito de crescer, ter renda e progredir com os recursos disponíveis e com tecnologia. Esta é a saída para o desenvolvimento e não as invasões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>