10:16A agenda de Osmar e as pensatas do ninho

Enquanto a província pega fogo, o senador Osmar Dias (PDT), candidato declarado ao governo do Estado, faz o seguinte: hoje à noite, no Madalosso, assina filiação de Ivo Petry Sobrinho, presidente do (Sindassp) Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Serviços Contábeis, Assessoramento, Perícias, Informações, Pesquisas, e em Empresas Prestadoras de Serviços do Estado do Paraná; sábado, em Colombo, coordena o debate sobre o seu Projeto Paraná; na segunda feira, vai ao CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná), em Curitiba, tomar café da manhã com a diretoria e falar sobre a nova lei do estágio, de sua (dele) autoria. Olhando tudo da arquibancada, lá de cima, ele vai aguardar o rescaldo dessa fogueira. No PSDB circula a tese de que, se Beto Richa for queimado, Osmar seria prejudicado, pois, por conta da chamada conjuntura nacional, o partido teria de ter candidato para abrir palanque a José Serra. E aí, Osmar iria enfrentar o irmão? Neste xadrez, esta ala tucana acha que Osmar Dias só seria mesmo candidato tendo o prefeito de Curitiba como adversário. Isso é política!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>