8:44Dois sintomas

A informação de que o desembagador federal Edgard Antonio Lippmann Junior, afastado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estaria em depressão profunda, por isso nem depôs no caso, completa o quadro psiquiátrico clássico. Isso porque, do outro lado, o desafeto, Roberto Requião, é um caso clássico de quem vive em euforia, ou mania, como dizem os doutores que apertam os parafusos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>