8:26Ai que saudade!

Diante da podridão e desfaçatez da classe política atual, Arnaldo Jabor, há pouco, na rádio CBN, disse ter saudades dos corruptos de antigamente. Citou o paulista Adhemar de Barros e o paranaense Moysés Lupion.

6 ideias sobre “Ai que saudade!

  1. EDUARDO LUPION

    Sr. Jabor, Cala sua boca para falar de Moyses Lupion, você é um idiota, não conhece a história do Paraná, deveria ler mais e verificar que todas as acusações sobre Moyses Lupion foram infundadas e ele absolvido de todos os processos que os ditadores militares impuseram a ele a começar pelo ex ditador do Paraná Ney Braga.Lupion foi o maior injustiçado desta história pois todos sabem que ele entrou milonário na política e como saiu? E hoje como se saem os políticos, todos milionários. A fortuna da Moyses Lupion foi toda confiscada pelos militares e nunca foi devolvida. Isto é corrupção, tiraram os bens de uma família sem provas, sem nada e nunca devolverem.que a lista aí vai:
    Fábrica de caixas em Ponta Grossa
    Vários terrenos em Ponta Grossa junto a Ferrovia
    Indústria de Ferro em Castro
    Fábrica de fósforos em Piraí do Sul
    Fábrica de Papel e Celulose em Arapoti
    Serraria Rio do Peixe
    Entreposto de Morungava
    Entreposto em Itararé
    Fazendas Andrada, São Domingos, Piquiri e La Paz na Argentina
    Fazenda Santa Helena e Barro Preto no Oeste do Paraná
    Porto particular em Foz do Iguaçu
    2 Navios
    70 Caminhões
    20 Caminhonetes
    11 vagões próprios
    Fábrica de Compoensados em Curitiba
    Agência Chevrolet em Piraí do Sul
    Rádio Guairacá ( 7 emissoras )
    49% das ações da Gazeta do Povo
    Banco Meriodal da Produção
    Banco Figueira Rocha
    Banco Nacional Paulista
    Fábrica de papelão em Mogi das Cruzes
    Indústria Vita-Mate
    Destilaria de Xisto
    Jornal O Dia ( Curitiba )
    Rede de farmácias em Curitiba
    Casa de Material Elétrico
    Organização Aérea Boa ( 12 aeronaves )
    Postos de Gasolina ( Gulf Company )
    Exploração de Urânio
    Fazenda Morungava ( 38 mil alqueires )
    Castelo do Batel
    Todos esses bens Moyses Lupion possuia antes de ser governador do Paraná em 1947 segundo levantamento do Banco do Brasil em Dezembro de 1946, assinado pelo Sr. Benjamin Mourão.

  2. Juh

    Ow..tem alguem nervosinho aqui pelas críticas do comentarista politico, Arnaldo Jabor! meus aplausos à ele, que certas vezes demonstra de que lado pende, mais que não deixa de ver e criticar o que os reles mortais não veem. E além dele analisar, ainda o descreve de forma bem humorada, simples e clara ao publico. Ele é simplesmente brilhante!

  3. De ru chio

    Quem tem bens, vira politico.
    Quem nao tem e consegue virar politico, em pouco tempo tem muitos bens.
    Provar que politico rouba, desvia verbas, etc e tal.. é coisa que neste Brasil não existe.

    E assim caminha a humanidade.

  4. Pé Vermelho

    Caraio…e o homi dormia? Dêle sei também que era bem simplão. Ano 58 por ai gostava duma cidade interiorana. Gostava tanto que ia prá lá sem avisar prefeito nem ninguém e andava na rua assim como tu e eu…

  5. jeremias bueno

    Leim mais sobre Moysés Lupion, se informem, estudem o caso. E parem de repetir bobagens e mentiras que são assacadas contra este que foi o mais importante paranaense do Século XX.

    Fez fortuna sem heranças, sem casamento de conveniência e sem maladragem política. Com trabalho. Só depois de ser a décima fortuna do país é que se candidatou a governador obedecendo a apelos de todos os paranaenses.

    Entrou riquíssimo na política e saiu pobre. Caso único. Foi roubado. Não roubou.

    Arnaldo Jabor, chamado acima de “comentarista político”, é um reles fazedor de pornochanchadas, mal sucedido em tudo que se meteu na vida, inclusive na recente tentativa de ocupar o vácuo deixado por Paulo Francis. Falta-lhe cultura e conhecimento de causa para sequer mencionar Lupion em qualquer uma de suas frases mal construídas.

    Pelas bobagens que disse, deveria ser considerado persona non grata pelos paranaenses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>