7:55Radar esticado e Dudu mantido

Notícias para um final de semana feliz:

- A Corregedoria do Tribunal de Contas do Paraná suspendeu a licitação que iria escolher a empresa responsável para administrar os radares e lombadas eletrônicas em Curitiba. Os envelopes dos concorrentes seriam abertos nesta segunda-feira.  Assim, a Urbs, responsável pelo setor, esticou por um ano o contrato da Consilux, que presta este serviço há 10 anos, por mais 12 meses, “em caráter de emergência”. Tudo como manda o figurino, ou seja, dentro da lei. O corregedor do TC é o conselheiro Caio Marcio Soares.

- O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu não é nepotismo o fato de Eduardo Requião ser o secretário da Representação do Estado do Paraná em Brasília, cargo que ocupa desde 20 de janeiro, depois de deixar a superientendência dos portos do Paraná e a secretaria de Transportes.

2 ideias sobre “Radar esticado e Dudu mantido

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>