16:14Pragmatismo caboclo

Do ombudsman:

Deu num jornal de Ponta Grossa que, perguntado sobre o que faria com o dinheiro que confessamente roubou da Câmara Municipal de Ponta Grossa, resultado de uma CPI ali instalada, o ex-servidor Rodrigo de Paula Pires foi bastante claro: “Vou devolver na medida do possível”. No popular isso significa: se sobrar, eu devolvo. O rombo pode chegar a R$ 2 milhões.

2 ideias sobre “Pragmatismo caboclo

  1. Gonzaga

    Brigadão, Rodrigo! Vc e o sol alegraram a minha manhã de sábado. Por que só vc é obrigado a devolver dinheiro afanado? Tem que ser assim: “devagarinho” e como for possível… Devo, não nego e pago como puder E se me incomodarem muito, néris de pitibiriba prá vcs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>