18:09A dança nos infernos

A última tentativa
de me entrevistar contigo
foi um fracasso.
Acendi incensos, decorei
com flores – e nada de
ti, Senhor.
Amanheci frustrado e
fatigado como se dançasse
a noite inteira nos
infernos.
Resolvi então fazer
ao contrário: dancei,
me embriaguei, libertei
fantasmas, invoquei
demônios.
Tive um sonho embalado
por anjos em doces paragens
celestiais. És sempre assim, Senhor?
Imprevisível? Desconcertante?

de Jamil Snege

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>