15:33Escopo e cartel

Do sociólogo do Mossunguê:

“Em carta publicada hoje na Gazeta do Povo, a Promotoria de Justiça de defesa do Consumidor de Curitiba responde
a um leitor irritado com o cartel que domina os postos de combustíveis da cidade. A douta Promotoria afirma que “”in
vestiga há vários anos, estando em trâmite, inclusive a Ação Pública 1016/2004 junto à Segunda Vara Civel desta
Capital, voltada a combater o preço abusivo cobrado pelo álcool e gasolina tipo “C”. E complementa informando que
investigações no âmbito administrativo “com o mesmo escopo”. E de trâmite em trâmite, de investigações administrativas
“com o mesmo escopo”,lá vamos nós pagando o álcool em Foz do Iguaçu a R$ 0,89 e em Curitiba a R$ 1,39. Deve ser o trâmite do cartel.”

Uma ideia sobre “Escopo e cartel

  1. Parreiras Rodrigues

    Para o sociólogo do Mossunguê: O irritado leitor que pede providências por parte do Ministério Público a respeito do preço nivelado de 2.499 pelo litro da gasolina na grande maioria dos postos curitibanos agradece a resposta da entidade demandada e ao agora também ‘nervous’ sociológo do simpatico bairro do Mossunguê. Vamos engrossar os elos desta corrente, para que ela não se arrebente lá na frente (uai, né que rimou, sô?)

  2. Postos abaixo com gasolina a menos de R$ 2,40

    Na Rua México no Bacacheri, na antes da Erasto tem um posto com 2,359 ( Posto Esso )

    Na Na Final da Mateus Leme Antes do Cemitério do Barreinha R$ 2,359 (Posto Petroil)

    Rua Anita Garibaldi Antes do Parque da Barreirinha R$ 2,349 (Posto Arabica)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>