0:22Recado a Jobim

Do circuito fechado entre oficiais generais do Exército:

“Índio véio, tu não estais a tratar com mangalaços. Tua fala de metido a arrebentar os mondongos é cousa de bagual parido as avessas. Teus métodos pouco ortodoxos só servem para bailar com os pés trocados. Teu palavreado é xucro. Esse negócio de três colhões e aporreado metido a macho é como nadar de poncho. Em mulher e cavalo novo não se mete a espora. Te abanques no más e vamos levar um palheiro que teu negócio está mais pra romance de pelego. Um velho amigo, analista em Bagé te recomendaria uma barranqueada a céu aberto. Te digo mais, pra ser um bom milico leva tempo e é por toda vida, pra ser Ministro dois segundos. Tu estás Ministro, nós, ao contrário, somos milicos até morrer. E morremos por convicção, não pelo ego ou notoriedade. Pare de bater matraca e provocar surungo. Não te fresqueia tchê, que somos pacatos mas fomos criados guachos. Pare de bufar e berrar e vá chinear um pouco, que tu não passas de um lasqueado acostumado a dar comício pra ginete. Toma um mate! E não esqueça que é pelo toque da gaita que se aprende a dançar.
Não te fresqueia índio véio, que tu estais mais pra boi do que pra touro. Oigalê !

Senhor Ministro Jobim, nesta vida, já servi de agulha para muita linha ordinária e o senhor com certeza encabeçaria a lista com méritos.

General  Carlos Alberto Cordella

Uma ideia sobre “Recado a Jobim

  1. carlos

    Ô bagual manco! larga de escrevê essas porcaria! Cuida da tua apercata e do teu pijama. E sem a tua patroa vê, vai na janela e espia as china e as piguancha que passam em frente da tua casa que tu ganha mais!

  2. Edmond Dantes

    Olha! A milicada tá “pê” da vida com o Jobim, mas, tá todo mundo “enquadradinho”. O General aí tem muito papo, se tivesse culhão, falava menos e fazia mais.

  3. giba dois

    Gaúcho fala um monte de besteira e acha que todo mundo tem obrigação de entender. Vá dormir, general! Vá ver a novela das seis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>