17:08Sem grana, sem "monorail"

Nosso correpondente em Osaka informa, para retificar informação aqui publicada: o projeto do metrô de Cassio Taniguchi pode ter sido detonado por Lerner, mas antes disso havia um problema sério – a falta de grana. Ela sairia de um fundo denominado Obuchi, para ser paga em 40 anos, a 1% de juro ao ano e com carência de 10 anos. Só que precisa do aval do governo federal, ou seja, a obra deveria ser considerada prioritária. O então ministro Pedro Malan classificou-a de “interessante”, e ela não saiu. A obra seria feita no trajeto da Linha Verde. O “monorail” circularia em cima de uma placa elevada de concreto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>