6:29A crase

“É curioso, num país de 50 milhões de alfabetizados, todo mundo errar no uso da crase. Proponho até transformar isso num problema social: se todo mundo erra, quem está errada é a regra.” (Millôr Fernandes, na Veja desta semana)

Uma ideia sobre “A crase

  1. Helena

    A gramática descritiva do português talvez proponha a abolição da crase, já que nós falantes do português brasileiro, a o contrário dos falantes do português europeu, não a pronunciamos.
    Mas aredito que a crase se faz necessária sim na escrita, da mesma forma que utilizamos “ao”, temos que utilizar “à”.
    Exemplo: Vou ao cinema ou Vou à feira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *