11:55ZÉ DA SILVA

Matador de policiais, era frio, calculista e ruim, muito ruim. Matava por prazer. Sua justificativa é que não gostava dos defensores da lei que se vestiam com uniformes iguais. Um grupo de elite foi criado para caçá-lo e matá-lo. O assassino também era mulherengo. Caiu numa armadilha, algemaram a fera e o levaram para um local distante onde seria executado. O comando da operação era de uma oficial linda, daquelas de fechar o comércio, como se dizia antigamente. O assassino, ao vê-la de perto, perguntou se podia fazer o tradicional último pedido. Ela consentiu. Ele: “Me tortura um pouquinho antes de me mandar para o inferno?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>